Clubes amapaenses que disputam campeonatos nacionais recebem ajuda financeira da CBF

A Federação Amapaense de Futebol (FAF) recebeu na tarde desta quarta-feira, 08, os representantes do Santos-AP, Ypiranga e Oratório para comunicar o repasse de recursos enviados pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF) aos clubes que disputam competições de nível nacional. Santos e Ypiranga estão na Série D do Brasileirão e Oratório está na Série A2 do Campeonato Brasileiro Feminino.

Os valores da ajuda enviada são R$120 mil para o Santos, R$120 mil para o Ypiranga e R$ 50 mil para o Oratório.

Segundo a entidade, o valor destinado por clube é equivalente a duas vezes a folha salarial média dos atletas de cada uma dessas divisões, segundo dados apurados no sistema de registro de contratos da CBF.

“Vivemos um momento inédito, de crise mundial, cuja extensão e consequências ainda não podem ser calculadas. É necessário, portanto, agir com critério e responsabilidade. O nosso objetivo, com essas novas medidas, é fornecer um auxílio direto imediato. Mas, além disso, temos que seguir trabalhando para assegurar a retomada do futebol brasileiro no menor prazo possível, quando as atividades puderem ser normalizadas”, afirma o presidente da CBF, Rogério Caboclo.

O repasse é a título de doação, para minimizar as dificuldades causadas pela pandemia do novo coronavírus. Serão beneficiados 140 clubes, em uma ação realizada pela CBF com o apoio das Federações Estaduais. O objetivo é colaborar para que esses clubes possam cumprir seus compromissos com os jogadores e jogadoras durante o período de paralisação do futebol.

Para Netto Góes, o apoio dado pela CBF permite que o futebol profissional do Amapá permaneça de pé a espera pelo fim da pandemia. “Sabemos que o mundo parou para lutar contra o coronavírus e enquanto esperamos que o Amapá passe por essa pandemia com as menores sequelas possíveis, mantemos a força que move os desportistas acessa com ações locais virtuais e, agora, com a ajuda financeira destinada pela CBF”, concluiu o presidente da FAF.

(Com informações da CBF)
Marcelle Nunes
Ascom FAF

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *