Com acompanhamento do MP-AP, cestas básicas com recursos da Assembleia Legislativa começam a ser entregues às famílias afetadas pela Covid-19

Nesta quinta-feira (7), no plenário da Assembleia Legislativa do Amapá (Alap), o Ministério Público do Estado (MP-AP) integrou reunião de prestação de contas com representes do legislativo e Exército Brasileiro sobre entregas de cestas básicas para famílias afetadas pelo novo coronavírus. Durante a manhã, os militares do Comando de Fronteira Amapá e 34º Batalhão de Infantaria de Selva (CFAP/34º BIS), subordinados à 22ª Brigada de Infantaria de Selva (22ª Bda Inf Sl), Brigada Foz do Amazonas, iniciaram as operações logísticas de transporte das cestas, com a retirada do material da empresa fornecedora.

Além do MP-AP, representado pela promotora de Justiça Andréa Guedes, titular da 2ª Promotoria de Justiça de Investigações Cíveis, Criminais e de Segurança Pública (PICC-SP) e coordenadora do Núcleo de Inteligência (NIMP), estiveram o procurador-geral e o chefe do Gabinete Civil da Alap, Eugênio Fonseca e Antônio Aparecido, respectivamente. Em nome do Exército Brasileiro estava o capitão Marcelo Ribeiro , comandante de Pelotão do 34º BIS.

A partir da Resolução n° 214/2020, aprovada pelos parlamentares estaduais no dia 7 de abril, para utilização de recursos da Alap na compra de cestas básicas para famílias carentes, atingidas pela crise econômica provocada pela disseminação da Covid-19, o MP-AP vem acompanhando todo o andamento do processo. Deste modo, o órgão ministerial garante, com a sua atuação, a lisura no procedimento, com a aplicação correta do erário público em benefício do cidadão.

Entre as entidades do Estado que receberão os alimentos para doação, estão: a APAE, Diocese de Macapá, Lions Club, ONG Carlos Daniel e Capuchinhos. Serão 3.400 (três mil e quatrocentas) cestas básicas entregues por mês, nos próximos três meses. Nesse período, o Exército Brasileiro será o encarregado da entrega dos alimentos para as organizações sociais contempladas que, por sua vez, farão a distribuição às famílias em situação de precariedade, nas quantidades pré-definidas pela Alap.

A promotora de Justiça Andréa Guedes exaltou a iniciativa do legislativo amapaense, que tem executado de forma célere todo esse processo, observando a urgência em atender as famílias afetadas. “O que mais me chamou a atenção foi a celeridade do processo, feito de modo preciso e sem muitos deslindes. A Assembleia Legislativa se mostrou organizada em relação a captação dos nomes das famílias que devem ser beneficiadas, isso só nos trouxe felicidade. O MP-AP fica grato de participar desse processo”, garantiu.

A partir de sexta-feira (8), o Exército começará as entregas das cestas para o interior, atendendo, inicialmente, os municípios de Tartarugalzinho, Pracuúba, Amapá e Calçoene. Serão três etapas de cessões, organizadas de forma a atender todos os municípios do Estado.

Entidades contempladas

Sindicato dos Guias de Turismo do Estado do Amapá (Macapá) 30 cestas; Capuchinhos (Macapá) 350 cestas; Lions Club (Macapá) 130 cestas; Diocese de Macapá (Macapá) 400 cestas; APAE (Macapá) 134 cestas; Associação das Mulheres (Macapá) 90 cestas; ONG Carlos Daniel (Macapá) 32 cestas; Associação de Amigas e Mulheres Amapaense (Macapá) 174 cestas; Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social (Mazagão) 100 cestas; Lar Bethânia (Santana) 88 cestas; A Nossa Família (Santana) 122 cestas; APAE (Santana) 53 cestas; Casa da Hospitalidade (Santana) 90 cestas.

Secretaria de Ação, Trabalho e Cidadania (Tartarugalzinho) 100 cestas; Secretaria de Promoção Social, Trabalho e Cidadania (Pracuúba) 100 cestas; Secretaria Municipal de Assistência Social (Amapá) 100 cestas; Ferreira Gomes – 100 cestas; Secretaria Municipal de Assistência Social (Porto Grande) 100 cestas; Secretaria Municipal de Assistência Social (Laranjal do Jari) 70 cestas; APAE (Laranjal do Jari) 147 cestas; Secretaria Municipal de Desenvolvimento e Assistência Social (Vitória do Jari) 67 cestas; APAE (Vitória do Jari) 45 cestas; Secretaria Municipal de Assistência Social (Oiapoque) 150 cestas; APAE (Oiapoque) 52 cestas.

Serviço:

Assessoria de Comunicação do Ministério Público do Amapá
Gerente de Comunicação – Tanha Silva
Núcleo de Imprensa
Coordenação: Gilvana Santos
Texto: Elton Tavares
E-mail: [email protected]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *