Com alegria e irreverência, “A Banda” arrasta uma multidão pelas ruas de Macapá

“Estava à toa na vida, o meu amor me chamou, pra ver a Banda passar, cantando coisas de amor”. Foi assim, ao som dessa tradicional marchinha e tantas outras, que milhares de foliões e amantes do carnaval voltaram às ruas e avenidas de Macapá nesta terça-feira, 25, de carnaval, quando o maior bloco do Norte do país, “A Banda”, saiu pelas vias arrastando uma multidão com irreverência e muita alegria. O bloco é considerado Patrimônio Cultural do Município. Ele foi fundado em 1965, e este ano comemora 55 anos.

O prefeito Clécio Luís, juntamente com o senador Davi Alcolumbre, acompanhou todo o trajeto, desde a concentração, em frente à sede da “Banda”, onde recebeu a comenda pelos serviços prestados. Ele também experimentou o tradicional caldo que é servido aos brincantes. “Muito feliz em receber esta homenagem. Oitavo ano consecutivo que participo desta festa como prefeito, faço todo percurso de ida e na volta acompanho nossos vermelhinhos no trajeto da limpeza. A Banda é a cara do nosso povo e da nossa cidade, faz parte da nossa cultura, além de ser nosso patrimônio. A prefeitura deu apoio total ao evento, com serviços que fizemos no percurso. Nossa contribuição é colaborar com responsabilidade e segurança para a alegria destas centenas de brincantes”, frisou.

José Figueiredo de Souza, o “Savino”, fundador do bloco, agradeceu o apoio do Município, que todos os anos ajuda a colocar “A Banda” na rua. “É fundamental este apoio. O bloco não é meu e nem de ninguém, é do povo”, concluiu. A prefeitura realizou serviços de limpeza, capina, iluminação, poda e pintura de meio-fio em todo trajeto antes do evento. E durante o percurso atuou com segurança da Guarda Civil Municipal, equipes do Samu, para atendimentos de urgência e emergência, distribuição de preservativos e limpeza.

Nem a chuva atrapalhou os foliões, foi o que a ressaltou a professora Célia Borges, que brinca na “Banda” há 20 anos. “Muito legal fazer parte deste momento que é nosso, de toda nossa família. Nem a chuva fez a gente ficar em casa, estamos aqui, curtindo”, declarou.

Como tradição, o prefeito acompanhou os vermelhinhos e as margaridas limpando as ruas e avenidas no trajeto do bloco. “Assim como fazemos no Círio, deixamos todo percurso limpo assim que acaba a festa do bloco. Além da limpeza, as vias foram lavadas com água de lavanda”, finalizou o prefeito, que acompanhou de perto o trabalho de limpeza.

Lilian Monteiro
Assessora de comunicação/PMM
Fotos: Max Renê / Gabriel Flores


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *