Com apoio da Secult/AP: Ciclo do Marabaixo encerra com extensa programação, artesanato e rodas tradicionais

Foto: Gabriel Penha

O último dia do Ciclo do Marabaixo será celebrado na quinta-feira (16), mesmo dia em que é comemorado o dia estadual desta tradicional manifestação cultural do Amapá. O evento conta com feira de artesanatos, seminários, eventos em escolas e um grande encontro de 14 grupos de Marabaixo em diversos locais de Macapá.

A Secretária de Estado e Cultura do Estado do Amapá (Secult/AP) está apoiando a manifestação com a contração dos artistas e grupos que que se apresentarão no dia, bem como estrutura de som e luz.

De acordo com o secretário da pasta de Cultura, Cléverson Baia, foram investidos para o fomento do Ciclo Marabaixo, este ano, cerca de R$ 110 mil e mais de R$ 300 mil, na cultura afrodescendente do Amapá, desde o encontro de tambores de 2021, incluindo as atividades de janeiro a junho de 2022, pelo credenciamento da Secult/AP.

“O nosso objetivo à frente da pasta de Cultura é deixar viva e pulsante as tradições e raízes culturais do Amapá. Pois além de consolidar a memória do nosso povo, e fortalecer os alicerces do nosso estado, também fomenta a economia e o social de todo um povo, como uma rede unificada de desenvolvimento”, completou.

Foto: Max Renê

Programação Dia Estadual do Marabaixo 2022

6h – Alvorada festiva nos barracões dos festeiros do Ciclo do Marabaixo;
8h – Ponto alto do projeto “Cantando Marabaixo nas Escolas” 2022, escola estadual Daniel de Carvalho, comunidade de Santo Antônio da Pedreira;
8h – Seminário “A historicidade do Marabaixo no contexto escolar”, no auditório do Sebrae Amapá, com coffee break às 10h;
A partir das 16h – Em frente à Casa do Artesão: Feira de Artesanato e venda de souvenires;
17h – Apresentação de grupos de capoeira;
18h – Apresentações dos grupos do Ciclo do Marabaixo, grupos convidados e grupos das comunidades rurais.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.