Combate ao crime organizado: MP-AP reúne com gestor da Polícia Civil para formalizar cooperação com o Gaeco

Uma possível cooperação técnica para formalizar os termos da parceria entre a Polícia Civil e o Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (GAECO-AP) foi tratada em uma reunião nesta quarta-feira (19), na Procuradoria-Geral de Justiça do Ministério Público do Amapá (MP-AP). Reforçar o trabalho de investigação para intensificar e fortalecer a atuação conjunta no combate à criminalidade no Estado foi a tônica do encontro conduzido pela procuradora-geral de Justiça, Ivana Cei, com o delegado-geral de Polícia Civil, Uberlândio Gomes, e com participação do chefe de gabinete da PGJ, João Furlan, e da coordenadora do GAECO-AP, Andréa Guedes.

Foi apresentada para a Delegacia-Geral uma proposta de assinatura de um termo de cooperação técnica para atuação conjunta no combate às organizações criminosas, por meio de investigações do GAECO reforçadas com maior participação de agentes da segurança pública. Em contrapartida, o MP-AP, por meio de doações de equipamentos e móveis, colaboraria para uma melhor estruturação das delegacias de Polícia Civil.

O delegado-geral Uberlândio, neste primeiro momento, se mostrou favorável à formalização da parceria que já existe na prática, com a disponibilização de três agentes, além da designação do delegado da homicídios, Cézar Ávila, para atuarem no GAECO. Ele ressaltou as dificuldades existentes, ante a provável aprovação da reforma da previdência estadual.

A PGJ do MP-AP assumiu o compromisso de conversar com o governador Waldez Góes sobre a viabilidade de formalizar essa cooperação técnica, assim como ficou de enviar a proposta para análise da Procuradoria-Geral do Estado (PGE).

A promotora de Justiça Andréa Guedes, que é titular da Promotoria de Investigações Cíveis e Criminais (PICC) e também coordena o Núcleo de Inteligência do MP-AP (NIMP), informou que atua há bastante tempo nessa área e sempre primou pelas parcerias entre o Ministério Público e as Polícias Civil e Militar do Estado, bem como com a Polícia Federal.

“Nada mais justo que, agora como coordenadora do GAECO, lutasse juntamente com o aval da Administração do Ministério Público e da PGJ Ivana Cei, para que esse termo de cooperação fosse assinado e fosse firmado o compromisso para que um delegado de polícia e uma equipe de agentes fiquem diretamente ligados conosco, no sentido de ter uma equipe especializada no GAECO para desenvolver os trabalhos investigativos com mais presteza, e assim obter sucesso nas diligências, de forma bem operacionais, junto à sociedade. Estou muito feliz com essa possibilidade”, manifestou Andréa Guedes.

“Desde o início da nossa gestão, conforme nosso plano de trabalho, estamos priorizando a atuação direta e estruturada ao Grupo Nacional de Combate às Organizações Criminosas (GNCOC) no combate ao crime organizado em nosso Estado, em todas as suas modalidades, da corrupção, tráfico de drogas, etc.”, pontuou Ivana Cei.

Na reunião, foram tratadas ainda as ocorrências de feminicídio, com o delegado-geral informando, que apesar dos últimos crimes, não houve aumento nos números da violência doméstica no Estado, em comparação ao mesmo período do ano passado.

Serviço:

Assessoria de Comunicação do Ministério Público do Amapá
Gerente de Comunicação – Tanha Silva
Núcleo de Imprensa
Coordenação: Gilvana Santos
Texto: Gilvana Santos
Contato: [email protected]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *