Começa nesta terça-feira (17) o prazo para pedido de transferência temporária do título para voto em trânsito


A partir desta terça-feira (17), o eleitor que porventura estiver fora do seu domicílio eleitoral no dia 3 de outubro, tem até o dia 23 de agosto, para solicitar em qualquer cartório eleitoral a transferência temporária do título de eleitor.

A transferência temporária foi regulamentada pela Resolução TSE n° 23.554/2017 e estabelece que nas eleições gerais é facultada aos eleitores a transferência temporária de seção para votação em primeiro e segundo turno, desde que seja previamente habilitado junto ao cartório eleitoral.

Tipos de transferência:

A transferência temporária é disponibilizada para eleitores que estão em cidades com mais de 100 mil eleitores, e será possível em quatro situações:
1) Eleitores em trânsito no território nacional;
2) Presos provisórios e adolescentes em unidades de internação;
3) Membros das Forças Armadas, polícia federal, polícias civis, polícias militares, corpo de bombeiros militares e guardas municipais, que estiverem em serviço por ocasião das eleições;
4) Eleitores com deficiência ou mobilidade reduzida (principalmente para quem não solicitou sua transferência para seção especial até 9 de maio).

Atenção

Os eleitores que se encontrarem fora da unidade da federação de seu domicílio eleitoral poderão votar em trânsito apenas na eleição para presidente da República. Os que estiverem em trânsito dentro da unidade da federação, mas em município diverso de seu domicílio eleitoral, poderão votar para presidente da República, governador, senador, deputado federal e deputado estadual.

Norma

Conforme o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), é necessário um mínimo de 50 eleitores cadastrados para que as urnas específicas de voto em trânsito sejam instaladas. Caso não seja alcançado este número, o pedido será cancelado e os eleitores terão de justificar o voto ou votar em sua seção eleitoral de origem.
O local de votação desses eleitores será divulgado no site do TSE ou dos Tribunais Regionais Eleitorais.

Como solicitar

A transferência só poderá ser feita para uma das capitais do país. Basta o eleitor comparecer a qualquer cartório eleitoral e indicar em qual das capitais estará presente – de passagem ou em deslocamento – no primeiro e no segundo turno das eleições.

Tribunal Regional Eleitoral do Amapá
Assessoria de Comunicação e Marketing
98414-2659 32101-1504

Cley de Jesus Sarraf de Abreu
Jornalista profissional FENAJ MTE 0354/AP
@clay_sam
(96) 2101-1504 / 98414-2659 – corporativo
(96) 981116 0053 – pessoal

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *