Comissão de Saúde da Alap discute falta de segurança no Hospital Estadual de Santana

Uma preocupação que vai além das já conhecidas dificuldades da área da saúde tem ocupado o cotidiano da população do município de Santana, cidade a 17 quilômetros de Macapá. Os profissionais que são responsáveis pela área da saúde no município não estão conseguindo cumprir plenamente sua missão.

Como presidente da Comissão de Segurança Pública (CSP) e membro da Comissão de Saúde (CAS) da Assembleia Legislativa do Amapá (Alap), o deputado Jory Oeiras (PRB) colocou em pauta, na sessão desta terça-feira (13), a falta de segurança no entorno e dentro do Hospital Estadual do município. Nesta quarta-feira (14), após a sessão ordinária, CAS, CSP e a Comissão de Direitos Humanos (CDH) se reunirão em sessão extraordinária para definir um calendário de visitas aos hospitais de Santana e Hospital de Emergência (HE), em Macapá.

“Aproveitaremos para verificar as condições das obras no setor da saúde do município de Santana, que estão paradas”, destacou Jory Oeiras. Recentes acontecimentos têm chocado não somente a categoria, mas também a sociedade santanense. Na noite do dia 5 de março, a unidade foi invadida por marginais, causando pânico nos servidores e pacientes. Médicos, enfermeiros e técnicos cobram segurança, limpeza e cobertura de remédios e equipamentos.

Na manhã do dia 6 de março, funcionários do Hospital Estadual de Santana mobilizaram-se em um protesto em frente à unidade. No ato, os profissionais, com faixas e cartazes, exigiram melhorias para o local.

AGÊNCIA DE NOTÍCIAS – Alap
Texto: Everlando Mathias
Fotos: Gerson Barbosa

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *