Comitê de Respostas Rápidas alinha ações para dar apoio à população em desastres naturais no Amapá

O Governo do Amapá mantém o Comitê de Respostas Rápidas para agilizar o suporte à população em situações de desastres naturais. Um encontro detalhou o papel de cada órgão dentro do comitê, que faz parte do Plano de Ação Integrada para Enfrentamento a Desastres, que está na fase final de elaboração.

Atualmente, o Comitê monitora o cenário de aumento do nível do Rio Jari, que, historicamente, afeta os moradores das cidades de Vitória do Jari e Laranjal do Jari, devido às fortes chuvas do inverno amazônico. Ele também pode ser acionado para dar apoio à população que sofre as consequências do fenômeno natural das “Terras Caídas”, no Arquipélago do Bailique.

Para o governador, Clécio Luís, o trabalho integrado traz respostas mais céleres e eficazes para pessoas que, em meio a esse cenário, enfrentam situações como falta de alimento e moradia, por ficarem desabrigadas ou desalojadas.

“Nossas equipes da Defesa Civil Estadual e demais órgãos que integram o Comitê de Respostas Rápidas a Desastres estão mobilizadas para qualquer emergência. O rio Jari, que está em nível de alerta, é monitorado diariamente por satélite e pelas réguas que ficam no rio. Isso ajuda muito nesse trabalho que precisa de uma resposta rápida do Estado”, detalhou o governador.

Segundo o coordenador da Cedec, coronel Alexandre Veríssimo, o foco é atender a população fragilizada pelos acontecimentos naturais do estado.

“Todas as instituições envolvidas têm um papel importante no enfrentamento a esses desastres. Junto ao Executivo estadual, a Defesa Civil irá conduzir as ações de todos os envolvidos para atender da melhor maneira possível a população do nosso estado”, informou Veríssimo.

A secretária de Assistência Social, Aline Gurgel, enfatizou que é primordial o auxílio para atender as famílias que ficam vulneráveis em cenários de desastres.

“Levamos a assistência, o cobertor, a alimentação, enfim, levamos a proteção que o indivíduo precisa. Estamos nessa cooperação técnica com todos os órgãos e conversamos com cada um, para organizar e já dar o ‘aceite’ nesse plano, para que os amapaenses tenham atendimento imediato durante os casos de desastre”, destacou a secretária.

O Comitê conta com os seguintes representantes:

  • Secretaria de Governo e Gestão Estratégica;
  • Coordenadoria Estadual de Defesa Civil (Cedec);
  • Gabinete do Governador;
  • Gabinete de Segurança Institucional (GSI);
  • Procuradoria-Geral do Estado;
  • Polícia Militar do Amapá;
  • Corpo de Bombeiros Militar do Amapá;
  • Secretaria de Estado de Mobilização Popular;
  • Secretaria de Estado do Planejamento (Seplan);
  • Secretaria de Estado da Comunicação (Secom);
  • Secretaria de Estado da Assistência Social;
  • Secretaria de Estado da Saúde (Sesa);
  • Secretaria de Estado de Transportes (Setrap);
  • Secretaria de Estado da Infraestrutura (Seinf);
  • Secretaria de Estado da Educação (Seed);
  • Superintendência de Vigilância em Saúde do Estado do Amapá (SVS).

Serviço:

Texto: Marcelle Corrêa
Fotos: Netto Lacerda/GEA
Secretaria de Estado da Comunicação – SECOM

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *