Confraria Tucuju prepara Festa de São Jorge com cortejo, culto ecumênico e shows


São Jorge terá uma grande homenagem este ano em Macapá e vai reunir todos os devotos do santo guerreiro em um cortejo que vai percorrer a orla da cidade e encerra com uma celebração ecumênica e shows no Largo dos Inocentes. A programação acontece no dia 23 de abril, quarta-feira, e será  realizada pela Confraria Tucuju, que preza pelas tradições macapaenses. A entidade abraçou a iniciativa do músico Jorginho do Cavaco, que há anos faz a homenagem, e com a parceria do Governo do Estado e Prefeitura de Macapá, realiza o festejo

Macapá é mais uma das cidades brasileiras que cultua São Jorge, que tem devotos em todo o mundo, pela história de lutas e vitórias. A história conta que ele era padre e soldado romano que foi venerado como mártir cristão. É venerado no catolicismo e nas religiões afro-brasileiras, onde é simbolizado pela imagem de Ogum. Na capital amapaense, em seu dia, as igrejas, centros de cultos afros e em casas de devotos, muitas homenagens são feitas, e a intenção da Confraria Tucuju é reunir os devotos do santo, que está enraizado em nossa cultura religiosa.

Nesta primeira edição, terá ainda a parceria da Comissão de Organização da Festa de São Tiago, de Mazagão Velho, município amapaense. É de lá que vêm os dois personagens que simbolizaram São Jorge e São Thiago em 2013, na festa tradicional que reverencia os dois mártires no mês de julho. Sandovan Júnior, São Jorge, e Adriano Pontes, São Thiago, estarão vestidos à caráter, montados em cavalos, na frente da procissão.

A concentração será às 16h no Complexo Araxá para a adesivagem. O cortejo sai às 16:30 e percorre a orla até o Largo dos Inocentes, onde a segunda parte da programação acontece.  O padre Paulo Roberto e o Pai Cláudio de Oxóssi celebram o momento religioso, com a participação da Banda Afro-Brasil e Grupo de Dança Baraká. A programação encerra com shows, como de Val Milhomem, Joãozinho Gomes, Samba de Jorge, Lolito do Bandolim, Enrico Di Micelli, Nivito Guedes, Osmar Júnior, Ivo Cannuti, e outros. O encerramento será com a bateria de Boêmios do Laguinho.

Texto: Mariléia Maciel
Fotos: Sandovan e Adriano Pontes 
Compartilhe isso!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*