Conselho de Sentença de Santana condena segundo acusado pela morte de Tieli Alves a 14 anos de reclusão

Em julgamento da Ação Penal nº 0009025-46.2018.8.03.0002, realizado na terça-feira (23), no Fórum de Santana, o Conselho de Sentença condenou o réu Jhony Souza Amoras a 14 anos de prisão no regime fechado pelo homicídio duplamente qualificado de Tieli Alves, tentativa de homicídio do lutador de UFC Raulian Paiva e crime de trânsito, cometidos em 2018. A sessão foi conduzida pelo titular da 2ª Vara Criminal e do Tribunal do Júri da Comarca, juiz Almiro Avelar Deniur, que determinou ainda que o condenado deverá pagar R$ 30 mil para a família de Tieli e R$ 2.850,00 para Raulian Paiva.

O outro réu do crime, Elber Nunes Zacheu, foi condenado a 16 anos de prisão em dezembro de 2022. Inicialmente, os dois acusados iriam a Júri Popular juntos, porém o processo precisou ser desmembrado, pois a defesa de um dos réus estava impossibilitada de participar da sessão do primeiro julgamento.

Sobre o caso

O crime foi cometido no dia 21 de outubro de 2018, por volta das 5 horas da manhã. De acordo com a denúncia, o casal estava em um estabelecimento comercial na Rua Adalvaro Cavalcante, onde ocorreu a discussão. Um dos suspeitos teria assediado a então namorada de Raulian, que é lutador de MMA.

O casal deixou o local em uma moto e, ao parar no sinal vermelho, a moto em que Raulian e Tieli estavam foi atingida por trás e arrastada. A jovem, que tinha apenas 25 anos, sofreu graves ferimentos devido ao impacto e morreu seis dias depois no Hospital Estadual de Santana.

– Macapá, 24 de maio de 2023 –

Secretaria de Comunicação do TJAP
Texto: Elton Tavares
Fotos: Bruno Malafaia
Central de Atendimento ao Público do TJAP: (96) 3312.3800

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *