Coordenadoria Municipal de Mulheres apresenta serviços psicossociais e jurídicos à Associação de Mulheres do Curiaú

A Coordenadoria Municipal de Políticas Públicas para as Mulheres (CMPPM) reuniu-se com a Associação de Mulheres do Curiaú, na última semana. O propósito era apresentar os serviços psicossociais e jurídicos ofertados pelos Centros de Referência em Atendimento à Mulher (Crams). A pasta também almeja levar esses atendimentos para outras comunidades em que haja mulheres em situação de vulnerabilidade.

Durante a reunião, as mulheres contaram experiências que terceiros ou as próprias tiveram com agressores, como superaram a situação e elogiaram a iniciativa da coordenadoria. “Será muito bem-vinda! Há mulheres aqui que estão precisando de ajuda, de atendimento. Com certeza, ajudará bastante”, disse Creuza Miranda, uma das moradoras do Curiaú.

“Estamos precisando muito! Temos mulheres que vivem em conflito e violência familiar. Essa ajuda dos Crams é muito boa para a nossa comunidade”, admitiu Janete do Rosário, também moradora do Curiaú.

“Em 2020, efetuaremos agendas nas localidades, comunidades e distritos de Macapá. Nossa meta é levar serviços e atendimentos que já são ofertados na capital. Serão realizadas rodas de conversa e pequenos encontros para mapearmos as demandas e decidirmos se faremos isso mensal, quinzenal ou mesmo semanalmente. A reunião de hoje foi só a primeira de muitas. Faremos o possível para que nossos serviços estejam presentes onde quer que haja mulheres precisando de acolhimento e informação”, esclareceu a assessora da CMPPM, Andréia Barros.

Serviço:

Bruno Monteiro
Assessor de comunicação/PMM
Contato: 99911-5993

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *