Coquetelaria ao alcance de todos: Gengibirra, bebida 100% amapaense

Por João Ícaro*

Feita de Gengibre, Açúcar e Cachaça a Gengibirra é usada como combustível para rodas de Marabaixo. Uma das maiores manifestações culturais do Amapá, na festa são homenageados os Santos Católicos, o Divino Espirito Santo e a Santíssima Trindade. O ciclo tem duas partes: A Sagrada, onde acontecem as missas e novenas e a Lúdica que é o momento dos bailes, onde ocorrem as músicas e danças de marabaixo. Durante o festejo, misturam-se rituais africanos e europeus-católicos, como corte de mastros, quebra de murta e danças, após missas, novenas e procissões.

Considerado um elixir indispensável nas rodas de marabaixo, um energético capaz de manter os dançarinos ativos por horas. Tomado também pelos cantores e cantoras que puxam as rimas do Marabaixo.

Em novembro de 2018, o Marabaixo recebeu o título de patrimônio cultural imaterial do Brasil, certificado pelo Iphan. Atribuição reconhece a presença das ancestralidades africanas na formação social e cultural do Amapá. (FONTE: GENGIBIRRA MAGARATAYA e Internet)

Em votação ocorrida na parte final da sessão ordinária da Alap no dia 12/11/2019, a Assembleia Legislativa aprovou por ampla maioria o Projeto de Lei Ordinária nº 0128/19, de autoria da deputada Cristina Almeida (PSB), que declara a “Gengibirra” Patrimônio Cultural e Imaterial do Estado do Amapá.

Foto: Kallebe Amil

Em Macapá surgiu um projeto bem legal feito pela Gengibirra Mangarataya (@gengibirramangarataya), que produz gengibirra de qualidade e fornecem para empresas que tenham interesse em oferecer aos seus clientes essa bebida genuinamente amapaense.

Eu como um apaixonado por história, e bebidas históricas, acabei tendo uma ótima experiência com a Gengibirra Mangarataya, uso em algumas receitas, e uma delas eu vou deixar hoje aqui, afinal, Macapá fez  262 anos de idade.

Yasmim Toledo e Flávia Dias. Foto: Kallebe Amil

A receita de hoje é a GengiVila, drink criado para a carta de coquetéis do Bar do Vila (@bardovilamacapa), onde as meninas Manuh e Aline abraçaram a ideia de trazer um drink genuinamente amapaense como uma pequena homenagem ao Amapá, o Marabaixo e a nossa Gengibirra.

O Coquetel GengiVila leva:

60 ml de Cachaça Sagatiba

25 ml de Xarope Gengibre e Açúcar Demerara

30 ml de suco de Limão Taiti

E 20ml de Gengibirra Mangarataya

Preparo: em uma coqueteleira (se não tiver, improvise com um pote com tampa, pode ser aqueles potes de Palmito, fica bem legal e vira um PalmitoShaker rsrs) coloque com os ingredientes, bastante gelo e bata vigorosamente por 15 segundos, depois é só coar para uma caneca de alumínio com gelo e decorar com uma fatia de limão e uma fatia de gengibre.

Ah, e se fizerem em casa, não esquece de marcar o @cafecomnoticia_, o @bardovilamacapa, a @gengibirramangarataya e eu @_joaoicaro

SAÚDE, BEBAM COM MODERAÇÃO, E NADA DE DIRIGIR POR AI!

Foto: Eduardo Porpino

*João Ícaro, pai do Armênio, bartender, consultor de bar de coquetelaria, viajante, motoqueiro, microempresário (Loja do Urso e Bar do Urso), grande apreciador de coquetéis, cerveja e lanches.

Fonte: Café com Notícias

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *