Coronavírus: Amapá confirma circulação da nova variante brasileira no estado desde janeiro

O governo do Amapá confirmou nesta quarta-feira (10) registros de infecção de pacientes do estado com a variante brasileira do coronavírus, conhecida como P1, ou “variante de Manaus”. A amostra positiva foi coletada em janeiro, informou o governador Waldez Góes (PDT).

O chefe do Executivo explicou que o governo dará mais detalhes ao longo da tarde, como se houve a confirmação em mais de uma pessoa, características dos infectados e o estado de saúde.

A primeira amostra positiva foi coletada numa Unidade Básica de Saúde de Macapá e analisada pelo Instituto Evandro Chagas (IEC), de Belém, no Pará.

O governador endossou que a presença da nova variante está ligada diretamente ao aumento de novos infectados e internações. Atualmente, a ocupação de leitos de UTI na rede pública está em torno de 40%.

“O avanço desta variante é apontado pelos especialistas como uma das razões para a explosão de casos no país e consequente pressão no sistema de saúde, por isso decretamos novas medidas de proteção à vida dos amapaenses e estamos atuando no reforço da assistência hospitalar”, declarou.

O Ministério da Saúde emitiu no dia 2 de fevereiro uma Nota Técnica para os estados e o Distrito Federal sobre a nova variante do SARS-CoV-2 identificada no Brasil e que pode ser até 2,2 vezes mais transmissível do que as outras variantes do vírus.

O documento traz informações sobre as características da nova variante do Amazonas (VOC P.1), orientações e recomendações de medidas que devem ser adotadas e intensificadas pelas secretarias de saúde estaduais, a fim de monitorar e evitar a propagação da nova variante.

Fonte: G1 Amapá.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *