Coronavírus: pesquisa aponta que mais de 50% da população de Macapá tem se mantido em casa durante isolamento social mais rígido

Na última quinta-feira, 28, a Empresa de Inteligência de Dados (Inloco) divulgou mais um boletim sobre o isolamento social no estado durante os dez dias de restrições mais rígidas. As informações mostram que o Amapá apresentou 50,08% de adesão e a capital Macapá 50,07%.

Embora os percentuais tenham apresentado números crescentes favoráveis, ainda é preciso mais da população. A Organização Mundial de Saúde (OMS) recomenda que pelo menos 70% das pessoas fiquem em casa para que haja impacto na curva de casos de Covid-19.

Com a prorrogação de mais cinco dias do bloqueio total, a administração municipal acredita que a adesão ao isolamento social mais rígido seja ascendente, refletindo diretamente nos registros da doença na capital. “Quanto menor o contato social, menor a chance de que esses se contaminem e maior a probabilidade do Município conseguir ‘achatar a curva’ de infecção”, pondera o secretário de Planejamento, Paulo Mendes.

Neste período, equipes realizam barreiras de trânsito móveis em vários locais, além de barreiras sanitárias em bairros com maior incidência de Covid-19. “Seguir as recomendações das autoridades sanitárias é importante para ajudar a evitar e a espalhar a doença. A principal medida, no momento, é ficar em casa. É a única forma que existe hoje para atenuar a circulação do vírus”, finaliza o secretário.

Ações de enfrentamento da Covid-19 X Isolamento social mais rígido

Durante os 10 dias de isolamento social rígido, 4 barreiras sanitárias foram realizadas na capital. Foram 16.423 veículos abordados, entre carros e motos, com 430 notificações. Na ação de fiscalização, 328 estabelecimentos foram visitados e 74 notificados. Mais de 300 pontos receberam desinfecção e higienização, entre ruas, UBS’s, escolas, pontos de ônibus, residenciais e feiras. Os bairros com maior índice de casos de Covid-19 (Buritizal, Novo Buritizal e Santa Rita) também receberam a limpeza especial.

A Prefeitura de Macapá, por meio do projeto “Costurando Vidas”, entregou 32 mil máscaras à população durante as barreiras e aos moradores dos residenciais São José, Açucena, Mestre Oscar, Macapaba e Mucajá. Todas essas ações devem continuar nos próximos 5 dias, durante a extensão do isolamento mais rígido em Macapá.

Secretaria de Comunicação de Macapá
Mônica Silva
Assessora de comunicação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *