A Corregedoria do TRE-AP define temáticas para a capacitação dos servidores das Zonas e do projeto “Servidor Convidado”

DesembargadoresTorkeStella
Magistrados gestores do TRE-Amapá: Desembargadores Carlos Tork (presidente) e Stella Ramos (vice-presidente/corregedora).

A Corregedoria Regional Eleitoral (CRE-TRE/AP) definiu os temas que serão abordados nos treinamentos dos serventuários das Zonas Eleitorais e da sede do TRE contemplados pelo projeto “Servidor Convidado”. A realização dos cursos está prevista para os meses de junho e julho desse ano. A ação conta com o apoio da presidência do TRE Amapá e da direção geral do Tribunal.

Com a missão de velar pela regularidade dos serviços eleitorais, assegurando a correta aplicação de princípios e normas, a CRE-AP dá prosseguimento na execução de suas ações, especialmente para as eleições municipais de 2016.

Os temas foram escolhidos considerando a programação dos cursos promovidos pela Escola Judiciária Eleitoral (EJE), para que desse modo, não fique repetitivo ao servidor, que ganhará com o acréscimo de outros assuntos no decorrer do treinamento.

“Com os treinamentos promovidos pela Corregedoria os servidores estarão mais bem capacitados para atuarem nas eleições municipais de 2016, dessa forma, o processo eleitoral se dará dentro do planejado e com toda a tranquilidade”, garantiu a Desembargadora Stella Ramos, a vice-presidente e corregedora eleitoral.

Temas selecionados

Os temas abordados no treinamento serão: 1) procedimentos cartorários, com ênfase nos processos do período eleitoral; 2) fiscalização da propaganda eleitoral e 3) ações Judiciais eleitorais.

Servidores da Secretaria Judiciária (SEJUD-TRE/AP) ficarão responsáveis por ministrar os conteúdos relacionados ao sistema RCAND, e a CCI com prestação de contas.

Projeto “Servidor Convidado”

O projeto “Servidor Convidado” foi lançado em outubro de 2015. A ação estabelece critérios e procedimentos para a seleção de servidores lotados na Secretaria do Tribunal, que queiram prestar auxílio nos serviços cartorários das zonas eleitorais no período das eleições municipais de 2016. A medida ajudará a diminuir a demanda das zonas durante o pleito vindouro.

Os requisitos para que o servidor possa trabalhar nos cartórios durante as eleições de 2016 é de que ele esteja inscrito no Projeto e seja capacitado por serventuários da Corregedoria e das Zonas Eleitorais.

Serviço:

Tribunal Regional Eleitoral do Amapá
Assessoria de Comunicação e Marketing’
Daniel Alves
Fones: 2101-1504/84059044/91474038

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *