Corregedoria Nacional de Justiça encerra inspeção de rotina no TJAP

Na noite desta quarta-feira (24), a comitiva da Corregedoria Nacional de Justiça, do CNJ, encerrou sua inspeção de rotina no Tribunal de Justiça do Amapá (TJAP). A cerimônia de encerramento ocorreu no plenário da Corte com a presença do desembargador-presidente João Lages, juntamente com os desembargadores Gilberto Pinheiro (decano), Carmo Antônio de Souza (corregedor-geral), Agostino Silvério Junior, Sueli Pini (vice-presidente), Carlos Tork (virtualmente), Rommel Araújo (presidente eleito) e Adão Carvalho; bem como do desembargador Carlos Vieira Von Adamek, coordenador da inspeção, e do juiz Carlos Smith, auxiliar da corregedoria do CNJ. A ministra Maria Tereza de Assis Moura, corregedora Nacional de Justiça, participou virtualmente.

O desembargador-presidente disse que “é grande a satisfação em recebê-los e todas as observações que me foram passadas serão observadas por este Tribunal, e passarei todas as informações para a equipe de transição que prepara o advento da nova gestão do TJAP, ciente de que o futuro presidente, desembargador Rommel Araújo tomará todas as providências para que as recomendações sejam atendidas”.

Para a ministra Maria Tereza de Assis, “o trabalho foi profícuo e serviu para que, nas visitas às unidades a comitiva pudesse conhecer mais a fundo a rotina, a dinâmica e os serviços prestados no 1º e 2º grau, bem como nas serventias extrajudiciais”. Ressaltou ainda que as entrevistas realizadas nos gabinetes revelaram também boas praticas, troca de experiências proporcionada pelas rotinas da Inspeção”.

De acordo com a ministra “o objetivo é sempre colaborar para o bom funcionamento da Justiça e alguns pontos que são merecedores de ajustes serão apresentados oportunamente em Relatório ao plenário do CNJ, e em seguida publicado na página do Conselho”. Declarou sua “alegria de ver concluída a inspeção graças à atuação de excelência de todos os envolvidos e ao apoio incondicional prestado pela administração do TJAP”.

Assessoria de Comunicação Social
Texto: Márcia Corrêa

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *