Corregedoria Nacional finaliza trabalhos no MP do Amapá

Em reunião com os membros do Ministério Público do Amapá (MP-AP), o corregedor nacional, Rinaldo Reis Lima, acompanhado da procuradora-geral de Justiça do MP-AP, Ivana Cei, encerrou os trabalhos da correição extraordinária realizada nas Promotorias de Justiça de Macapá e Santana, que atuam nas áreas de segurança pública. O evento realizado na tarde desta quarta-feira (9), no auditório da Procuradoria-Geral de Justiça, contou ainda na composição da mesa com as presenças da corregedora-geral do MP-AP, Estela Sá; a membra auxiliar da Corregedoria Nacional e conselheira eleita para o Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP), Ediene Lousado; o chefe de gabinete da Corregedoria Nacional, José Augusto Peres Filho; o procurador do Trabalho e coordenador de Correições e Inspeções da Corregedoria Nacional, Alessandro de Miranda; além do convidado especial, deputado Federal e coordenador da Bancada Federal do Amapá, André Abdon.

O corregedor nacional fez uma explanação abordando aspectos gerais da correição, que teve como objetivo analisar o funcionamento dos serviços administrativos e funcionais do MP-AP, elogiando a estrutura física e de pessoal. Mais especificamente, a respeito da atuação dos promotores de Justiça relacionados ao eixo temático da correição extraordinária, no combate aos crimes violentos letais intencionais, na fiscalização do sistema prisional e no controle externo da atividade policial, informou que será encaminhado um relatório final com as observações e recomendações que visam aperfeiçoar alguns pontos a serem melhorados, que são inerentes ao Ministério Público brasileiro, mas que necessitam de transformação.

“A Corregedoria Nacional quer ser uma parceira dos MPs para que tenhamos mais efetividade nessa atuação em áreas que são essenciais para a sociedade, como a segurança pública”, destacou Rinaldo Reis Lima.

Em seguida, o procurador do Trabalho, Alessandro de Miranda e o procurador de Justiça Militar, Alexandre José de Barros Leal Saraiva, respectivamente, coordenador de Correições e Inspeções e membro da Corregedoria Nacional, falaram de aspectos mais específicos observados durante os trabalhos nas Promotorias de Justiça de Macapá e Santana. Também elogiaram a estrutura, o Sistema Urano, de processos eletrônicos do MP-AP, e apontaram as particularidades nos procedimentos que precisam ser aperfeiçoados.

A corregedora-geral do MP-AP elogiou a metodologia com temática específica e agradeceu pela avaliação positiva do trabalho realizando junto aos membros da instituição, estendendo o mérito também para os assessores do órgão correicional local, promotores de Justiça Horácio Coutinho e Alexandre Monteiro, bem como à sua equipe técnica e apoio do Departamento de Tecnologia da Informação. “Foi gratificante a troca de conhecimentos desse trabalho tão importante para o bom desenvolvimento da atividade ministerial”, ressaltou Estela Sá.

“Essa correição foi muito importante para o MP do Amapá. Nós nunca seremos um Ministério Público acabado porque estamos sempre em construção, e por isso é necessário esse olhar de fora para que possamos nos adequar e cada vez mais aperfeiçoarmos nossos serviços à sociedade”, manifestou Ivana Cei.

Homenagens

A PGJ do MP-AP homenageou Rinaldo Reis Lima e Ediene Lousado entregando artesanato regional e finalizou o encontro com a exibição de um vídeo contando a história do “Marabaixo”, manifestação folclórica típica do Amapá, que inclui ritmo musical e dança de origem africana, seguida de uma apresentação artística da cantora Brenda Melo e o violonista Alan Gomes.

Agenda institucional

Encerrando a agenda em Macapá, o corregedor nacional e a PGJ do MP-AP reúnem nesta quinta-feira (10), com o governador do Estado, Waldez Góes, e gestores da segurança pública do Estado.

Serviço:

Assessoria de Comunicação do Ministério Público do Amapá
Gerente de Comunicação – Tanha Silva
Núcleo de Imprensa
Texto: Gilvana Santos
Contato: (96) 3198-1616
E-mail: [email protected]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *