Covid-19: considerando parecer do Comitê Científico do Estado, MP-AP prossegue com Plano de Retomada Gradual das atividades institucionais

Considerando o parecer emitido pelo Comitê Científico do Centro de Operações de Emergência em Saúde do Estado, no último dia 10, o Ministério Público do Amapá (MP-AP) dá prosseguimento ao Plano de Retomada Gradual das atividades institucionais, a partir de segunda-feira (17), com intensificação do trabalho presencial e manutenção de home-office, além de todas as medidas de prevenção detalhadas no plano elaborado pelo Comitê de Saúde Ocupacional e Qualidade de Vida do MP-AP, em parceria com o Serviço Social da Indústria (SESI/AP).

No parecer, o Estado assegura ter observado que, no final do mês de abril, houve um número moderado de novos casos confirmados, “que seguiu progressivamente e acentuou-se exponencialmente em junho, contudo, a partir do final de junho iniciou-se o comportamento de estabilização das ocorrências. Em julho, manteve a estabilização na quinzena inicial, mas em seguida uma retomada de elevação”, porém, os dados indicam quadro estável.

“Considerando a evolução temporal dos casos confirmados da Covid-19, entre os recuperados, os que vieram a óbito e os que ainda estão em seguimento, até a data de 8 de agosto de 2020, o Estado do Amapá apresentou 38.139 casos confirmados, do total 601 evoluíram para óbito (1,58%), 11.363 casos (29,79%) continuam em seguimento evolutivo da doença, entretanto, há um crescimento gradativo na curva diária de casos recuperados, do total supracitado, 26.175 (68,63%) já se recuperaram da doença”, acrescentam os pesquisadores.

Nesse sentido, os estudos e análises do quadro atual da pandemia do novo coronavírus no Estado revelam um panorama epidemiológico no Amapá onde é possível recomendar a retomada cautelosa das atividades, que devem ser de forma segura, gradativa, planejada, regionalizada e monitorada constantemente, considerando as especificidades de cada setor e a particularidade da cada município, segundo os indicadores epidemiológicos, de forma a preservar a saúde e a vida das pessoas.

No mesmo documento, o Executivo reafirma a permanência das medidas de prevenção coletiva para controle da Covid-19, que oriente sobre o distanciamento social, os cuidados de proteção individual e coletiva, e o atendimento das normas higiênico sanitárias, considerando o controle da doença no Estado do Amapá.

O Ministério Público do Amapá tomou todos os cuidados, com base nas recomendações das autoridades de saúde e orientados pelo setor de Saúde Ocupacional da instituição, e está preparado para o retorno gradual ao trabalho presencial nas unidades do órgão ministerial – na capital e nos municípios. Após prorrogar por três vezes o teletrabalho, a Administração Superior do MP-AP organizou junto à sua equipe técnica a volta das atividades internas, permanecendo o atendimento ao público externo via online e pelos telefones e canais oficias da instituição nas mídias sociais e Portal do MP-AP.

Plano de retomada

A administração destaca que, para o retorno gradual das atividades, algumas medidas foram efetivadas, como realização de testagem, aquisição de equipamentos e insumos para a segurança de membros, servidores, colaboradores (estagiários, aprendizes e terceirizados).

As medidas e decisões administrativas também seguem recomendação conjunta da Corregedoria Nacional e da Comissão de Saúde do CNMP, que autorizou os MPs dos Estados a tomarem medidas para a volta do serviço presencial, devendo considerar as medidas de segurança e acompanhar a retomada de outros órgãos públicos. Deste modo, o órgão ministerial adotou as providências necessárias para garantir a proteção de suas equipes e da comunidade, sem prejudicar a continuidade dos serviços.

Serviço:

Assessoria de Comunicação do Ministério Público do Amapá
Gerente de Comunicação – Tanha Silva
Núcleo de Imprensa
Coordenação: Gilvana Santos
Texto: Ana Girlene
Contato: [email protected]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *