Covid-19: prefeito Clécio Luís recebe líderes de segmentos econômicos e do Conselho Regional de Odontologia

O encontro com representantes dos segmentos de supermercados, shoppings, cinemas, academias, bares e restaurantes ocorreu na tarde desta terça-feira, 17, no Palácio Laurindo dos Santos Banha. Segundo o chefe do Executivo municipal, o objetivo é a construção de um conjunto de medidas que possam diminuir os impactos econômicos causados pela síndrome respiratória e os cuidados e responsabilidades que o setor deve manter para o enfrentamento do novo Coronavírus (Covid-19).

“Estamos enfrentando um momento de crise mundial na saúde, que envolve diretamente a vida das pessoas, e também de crise econômica. Por isso, precisamos priorizar ações conjuntas que possam nos ajudar no combate a essa pandemia, e assim reduzir ao máximo os seus efeitos tanto na proliferação da doença quanto nos impactos financeiros”, ressaltou Clécio.

Medidas como a redução de atendimentos, higienização constantes nos ambientes, aparelhos e pessoal, e o distanciamento nas disposições de mesas figuraram entre as pautas debatidas pelo Comitê Municipal de Enfrentamento e Resposta Rápida ao Coronavírus. Na ocasião, também foi debatido o trabalho de conscientização dos clientes que frequentam os espaços.

De acordo com o líder das redes de supermercados no Amapá, Josué Rocha, o alinhamento dos cuidados é imprescindível para combater a propagação do vírus. “Recebemos as orientações e estamos dispostos a contribuir para a saúde tanto dos nossos clientes, colaboradores, quanto da população em geral. Nos comprometemos em atender as recomendações para o enfrentamento ao Covid-19 e a diminuir os prejuízos econômicos”, destacou.

Para Patrícia Braga, presidente do Conselho Regional de Odontologia (CRO), o posicionamento da prefeitura em chamar os representantes garante suporte técnico nas decisões que deverão ser tomadas. “Cada município e estado tem suas particularidades. Por isso, é importante essa atitude do prefeito Clécio, em avaliar o posicionamento dos profissionais de cada grupo, de como devem proceder no combate à proliferação da síndrome respiratória”, explicou.

O conselho entregou suas recomendações aos representantes da prefeitura quanto aos procedimentos que deverão tomar em relação aos atendimentos odontológicos e estratégias no enfrentamento ao Coronavírus. Presente também na reunião, os representantes de bares e restaurantes apresentaram o esboço do Manual de Boas Práticas, criado pelo segmento para manipulação de alimentos e cuidados de higiene.

A prefeitura deverá encaminhar recomendações que serão adotadas pelos estabelecimentos até o fim desta semana, e estuda a prorrogação de pagamentos de impostos.

Participaram da reunião representantes e administradores de shoppings, cinemas, do Sindicato de Hotéis, Restaurantes, Bares e Similares do Estado do Amapá (Sindbar), Associação Brasileira de Bares e Restaurantes no Amapá (Abrasel), da Associação dos Proprietários de Academias, do Conselho de Educação Física no Amapá e do Conselho Regional de Odontologia.

Amelline Borges
Assessora de comunicação/PMM
Fotos: Gabriel Flores

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *