Criação de programa de incentivo à pesquisa científica nas escolas públicas é votada nesta terça na Alap

20151118142225mo__181115__feira_de_cincias_de_escolas_municipal_3
O Projeto de Lei Ordinária (PLO) nº 11/2016, que cria o Programa de incentivo à pesquisa científica nas instituições educacionais do Estado do Amapá, com o objetivo de contribuir para o avanço do conhecimento científico associado à melhoria da qualidade do ensino e da vida da população, entra em pauta nesta terça-feira, na 59º sessão ordinária da Alap. O projeto, de autoria do deputado Pedro DaLua (PSC), foi aprovado pelas comissões de Constituição e Justiça, e de Educação e Cultura.

O programa deverá ser administrado diretamente por órgãos ou instituições públicas executoras das políticas de educação e pesquisa estadual, e deverá apoiar a participação de estudantes do ensino fundamental e médio, e de pesquisadores/professores de Instituições de Pesquisa e Ensino, em projetos de pesquisa desenvolvidos nas escolas públicas.

A Lei tem como objetivos contribuir para a capacitação de estudantes do ensino fundamental e médio em Ciência e Tecnologia; atualização de professores para o envolvimento desses profissionais com as sociedades científicas brasileiras e oportunizar a participação de alunos e professores do Estado do Amapá nas etapas nacionais de Olimpíadas de Ciências.

Pelo projeto, o Estado incentivará a participação de estudantes do ensino fundamental e médio em projetos de pesquisa desenvolvidos nas escolas públicas contribuindo para a formação de novos talentos que deverão ser gerenciados por órgãos públicos executores da política de educação e pesquisa estadual, conforme edital específico.

Pedro da Lua defende que o governo do Estado incentive a realização de Olimpíadas de Ciências, como um instrumento para a melhoria do ensino das ciências no ensino fundamental e médio, com a consequente atualização de professores. “O Estado poderá oferecer bolsas de iniciação científica aos estudantes e professores participantes do Programa mediante a publicação do respectivo edital pelo órgão responsável pela execução do programa. As Instituições Educacionais do Estado serão estimuladas a intercambiar as pesquisas científicas realizadas nos seus espaços”, diz um trecho do projeto.

Assessoria de Comunicação do Deputado Pedro da Lua

Compartilhe isso!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*