Cultura da paz: MP-AP participa do lançamento do projeto “Escola em Casa” e promotora de Justiça palestra no evento

O Ministério Público do Amapá (MP-AP) participou nesta terça-feira (4), no Rotary Clube de Santana, do lançamento do projeto “Escola em Casa” desenvolvido pela Secretaria Municipal de Educação de Santana (SEME), que tem como objetivo um plano de retomada não presencial das aulas naquele município.

O MP-AP foi representado pela coordenadora do Núcleo de Mediação, Conciliação e Práticas Restaurativas (NMCPR), promotora de Justiça Sílvia Canela. Na ocasião, ela proferiu uma palestra com o tema: “Pandemia: o que fazer diante dessa nova realidade?”, voltado aos pedagogos que atuam na rede pública municipal da cidade. Dezenas de profissionais da educação de Santana participaram do evento.

“Estamos em execução do projeto Escola em Casa e o Ministério Público, aqui muito bem representado pela promotora Silvia Canela, está sempre presente nas ações de melhoria da educação no município”, comentou o secretário municipal de Educação de Santana, Cleyton da Silva Dias.

A pedagoga Sheila Miranda, que assistiu à explanação, reforçou a importância da mensagem passada pela representante do MP-AP e do quanto isso é necessário em tempos de Covid-19.

“Foi um momento de ouvir o profissional da educação, saber como tem sido nessa quarentena, e a palestrante trouxe palavras de incentivo que precisamos em momentos tão difíceis como este”, ressaltou a pedagoga.

De acordo com Sílvia Canela, a exposição teve o propósito de levar aos presentes reflexões importantes. “Com essa palestra, promovemos o debate sobre como lidar da melhor forma com as situações e sentimentos oriundos desse período de isolamento social, levando um olhar restaurativo e uma mensagem de esperança”, conta a promotora.

A promotora de Justiça do MP-AP participou do evento acompanhada da mediadora de conflitos, facilitadora de Círculos Restaurativos, Lucivane Sales, que integra a equipe do NMCPR.

Promotora de Justiça Sílvia Canela e o secretário de Educação de Santana, Cleyton Dias

Experiência e trajetória

Com 18 anos atuando no MP-AP, as experiências profissionais da promotora de Justiça lhe motivaram a conhecer a fundo as práticas de mediação e justiça restaurativa. Com o desejo de resolver os problemas sociais, conflitos familiares e demais ocorrências de sua competência, em 2012, começou a se especializar na área participando de diversas formações. Hoje, consegue oferecer para a sociedade uma resolutividade na sua atuação, resgatando a dignidade das pessoas por meio do método alternativo.

Serviço:

Assessoria de Comunicação do Ministério Público do Amapá
Gerente de Comunicação – Tanha Silva
Núcleo de Imprensa
Coordenação: Gilvana Santos
Texto: Elton Tavares
Contato: [email protected]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *