Cultura e lazer para estudantes: MP-AP e Tjap dão continuidade ao projeto “Cinema Legal” para crianças de Laranjal do Jari

A Promotoria de Justiça de Laranjal do Jari e a Vara da Infância da Comarca do sul do Estado, deram continuidade nesta sexta-feira (15), no plenário do Tribunal do Júri do Fórum da Comarca de Laranjal do Jari, ao projeto “Cinema Legal”. O objetivo da ação é difundir cultura e propiciar lazer às crianças das escolas públicas e envolvidas em projetos sociais do município. Nesta primeira sessão de cinema de 2019, estudantes da Escola Municipal Vinha De Luz, com idade de 5 a 6 anos foram contempladas.

Lançado em outubro de 2018, a primeira temporada do projeto levou cultura e lazer a crianças e adolescentes de cinco instituições de ensino de Laranjal do Jari durante o referido mês do ano passado.

Durante a sessão de cinema foram exibidos filmes infantis escolhidos de acordo com a faixa etária das crianças convidadas. O evento contou com 80 (oitenta) crianças, capacidade do Plenário do Fórum de Laranjal do Jari. Na ocasião foi feita distribuição de pipoca e refrigerante, pagos com recursos particulares de promotores de justiça e juízes da comarca da cidade.

As sessões de cinema serão realizadas duas vezes ao mês até dezembro de 2019, sempre no Plenário do Tribunal do Júri do Fórum da Comarca de Laranjal do Jari. Ao final de cada evento, as crianças recebem uma sacolinha com doces e uma atividade para casa para estimular que descrevam suas impressões sobre o filme.

Participaram do evento a coordenadora das Promotorias de Justiça de Laranjal do Jari, promotora de justiça Samile de Brito; o juiz de direito Almiro Deniur; a secretária municipal de educação, Tanira Barbosa; servidores do Ministério Público do Amapá (MP-AP); professores e funcionários da escola, além de representantes da sociedade civil.

“Com o Cinema Legal oportunizamos que as crianças tenham uma experiência cultural diferenciada. Com as sessões de cinema, meninas e meninos podem absorver conhecimentos que desenvolverão competências interpretativas e reflexivas dos estudantes. É uma forma lúdica de educar, promover cultura e lazer para a juventude de Laranjal do Jari”, avaliou a promotora de justiça Samile de Brito.

SERVIÇO:

Elton Tavares
Assessoria de Comunicação do Ministério Público do Amapá
Contato: (96) 3198-1616
E-mail: [email protected]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *