CVM homenageia colaboradores do Ijoma e vota projeto de lei que autoriza doação de terreno para instituição.

13007274_1053004841425626_1866321938708898315_n

A Câmara dos Vereadores de Macapá, em sessão solene, homenageia 21 proprietários de empresas colaboradoras do Instituto do Câncer Joel Magalhães (Ijoma), nesta quinta-feira, 23, às 9 horas. Um dos homenageados é Vicente da Silva Miguel, que muito contribuiu com o instituto e faleceu em 13 de setembro de 2015, vítima de câncer.

Na oportunidade, os vereadores votarão o projeto de lei no qual o prefeito Clécio Luiz pede autorização para doar um terreno ao Ijoma, onde será construído um centro de educação, promoção e valorização da vida e prevenção do câncer.

Segundo o presidente do instituto, padre Paulo Roberto Matias, o Ijoma atende, por mês, em média, mil pessoas e a estimativa, para este ano e o próximo, é de 370 novos casos de câncer no Amapá, dos quais 280 só em Macapá. Diante do crescimento constante do número de pessoas diagnosticadas com a doença, ele considera a concessão do terreno providencial para ampliar e dar qualidade aos atendimentos.

download-8Com seis anos de funcionamento, o instituto tem como principal finalidade a prevenção e o diagnóstico precoce do câncer no Estado do Amapá. Cerca de 50 voluntários trabalham na assistência médica, odontológica, psiquiátrica, psicológica e apoio às famílias que perderam seus entes queridos.

O câncer está entre as doenças que mais matam. De acordo com os registros do Instituto Nacional do Câncer (Inca), por ano, mais de oito milhões de pessoas morrem vítimas da doença no mundo. No Brasil, as estatísticas apontam quase 200 mil mortes, em 2013. A estimativa para 2016 é de mais de 596 mil casos.

Graça Penafort
Ascom/ 99125-5859

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *