Dança comigo? Parte 02 – @flavia_comunica


“E o desejo de ser libertá-lo movia cada centímetro de seu corpo. A dança começou”


E, Peter erguia o copo pela centésima vez em direção à Sophia, disfarçando olhares e sensações. “Copo erguido, emoções ocultas”, pensava. Sem perceber que tudo fazia sentido.

O ritmo da música que embalava a madrugada fazia a dançarina fechar os olhos para a multidão. E, escancarar os sentidos para que, mais um drinque fosse erguido. Ela sentia Peter. “Cada pálpebra que se mexe daquele olhar, eu sinto”, dizia em sua quente convicção Sophia. O seu suor se esvaía em desejo de que, cada movimento molhado fosse liberto da alma. “_Vamos dançar moço?”…

Flávia Fontes
Compartilhe isso!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*