Departamento de TI do MP-AP compartilha com a Prefeitura de Macapá “expertise” na gestão de sistemas

Na quinta-feira (25), na Procuradoria-Geral de Justiça, o Departamento de Tecnologia da Informação do Ministério Público do Amapá (DTI/MP-AP) recebeu a equipe de TI da Prefeitura de Macapá (PMM), para apresentar os sistemas de gestão utilizados pela instituição. A visita foi acordada pela procuradora-geral de Justiça, Ivana Cei, durante encontro institucional com o prefeito de Macapá, Antônio Furlan, colocando o MP-AP à disposição para colaborar com a gestão da cidade.

O diretor do DTI, Rodinei Paixão, e o gerente da Divisão de Sistemas do Departamento, Marcelo Pantoja, receberam o diretor de TI da PMM, Lucas Quintel, acompanhado da assessora técnica Edyane Del-Tetto. O intuito da visita foi no sentido de compartilhar informações acerca da gestão de sistemas de informação e unificação de processos através de sistemas, onde foram apresentados os sistemas de gestão e finalísticos utilizados pelo MP-AP, tanto os proprietários quanto os desenvolvidos pelo próprio órgão.

Rodinei Paixão fez breve introdução falando a respeito dos principais sistemas em uso no MP-AP, nos quais estão destacados o Sistema Urano (gerenciador de processo eletrônico administrativo e extrajudicial), o e-Cidade (ERP de gestão administrativa integrada), o MP Conectado (Intranet organizacional e seus serviços) e o Sistema de Diário eletrônico e portarias.

Marcelo Pantoja enfatizou a organização e mapeamento dos processos de trabalho para que seja mais proveitoso o uso de sistemas de integração administrativa e que a participação de toda a equipe, da seção de compras até o departamento financeiro, é de fundamental importância para o sucesso dos projetos de implantação sistêmica de TI. Com base nas necessidades atuais da PMM, pontuadas pelos visitantes, foram apresentadas as soluções implementadas no âmbito ministerial com o objetivo de demonstrar as soluções tecnológicas possíveis e as vantagens para melhor controle da gestão administrativa.

“A gente força para que a porta de entrada para todos os sistemas seja sempre pela intranet, até para fortalecer a comunicação interna e para tentar agregar mais serviços. Torná-la colaborativa, com a alimentação das informações internas por usuários de vários setores, também foi outra medida bastante efetiva, além de aproximar as pessoas, fomentar ideias e discussões em favor do MP-AP e dos próprios usuários”, reforçou Rodinei Paixão.

Os servidores do MP-AP, ao final, destacaram como o uso de um sistema integrado propiciou a melhoria na qualidade dos dados e do próprio conhecimento da TI sobre os processos administrativos e extrajudiciais, possibilitando assim o desenvolvimento de ferramentas mais eficientes e na entrega de soluções que atendam os anseios da sociedade e do próprio órgão.

Serviço:

Assessoria de Comunicação do Ministério Público do Amapá
Gerente de Comunicação – Tanha Silva
Núcleo de Imprensa
Texto: Gilvana Santos
E-mail: [email protected]
Contato: (96) 3198-1616

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *