Deputado defende criação de um Banco de Talentos para Idosos

idosas

A preocupação com a terceira idade é uma das prioridades do mandato do deputado estadual Pedro DaLua. Entre os projetos já apresentados na Assembleia Legislativa do Amapá ao longo de quase um ano e seis meses, o mais recente voltado para a terceira idade foi protocolado no último dia 19 e irá entrar na pauta das próximas sessões da Casa.

O Projeto de Lei em questão trata da criação do Banco de Talentos da Terceira Idade, que permite a pessoas com 60 anos ou mais, a inscrição gratuita para serem inseridas em programas e projetos sociais de órgãos públicos que envolvam palestras, treinamentos e programas de educação e outras atividades.

Para isso, o interessado terá que se cadastrar e apresentar currículo, dados pessoais e contato. Deve constar ainda sua formação, empregos nos quais atuou ou atua, especialidade e disponibilidade de tempo para que possa participar das ações.

Segundo o deputado Pedro DaLua, esta é mais uma forma de inserir o idoso no contexto social evitando a ociosidade que acaba levando à depressão e outros distúrbios neurológicos.

O parlamentar acredita que muitos males de saúde que acometem pessoas com mais de sessenta anos estão ligados à falta de uma ocupação. “Estas pessoas que trabalharam tanto contribuindo com a sociedade, não podem ficar esquecidas por terem envelhecido”, acrescenta.

Depois de organizado, os órgãos públicos consultarão o cadastro e convidarão o idoso inscrito a participar das atividades. Apesar da participação gratuita, a secretaria ou departamento responsável pelo convite vai arcar com todas as despesas que incluem locomoção, alimentação e hospedagem. Ao fim de cada evento, o idoso receberá certificado de participação.

O Brasil é hoje um país de idosos com uma taxa anual crescente de pessoas chegando à terceira idade. A projeção, segundo os especialistas, é que nas próximas décadas estes números sejam ainda maiores.

Assessoria de Comunicação do deputado Pedro DaLua

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *