Deputado repudia ataques de artista plástico contra amapaense e afirma que ele vai responder por ofensas e injúria racial

artistafalastrao
Artista plástico capixaba Luiz Felipe Lyrio. Foto encontrada no Facebook .

O presidente da Comissão de Direitos Humanos da Assembleia Legislativa, deputado Pedro DaLua (PSC-AP), fez coro às manifestações de repúdio que estão tomando as redes sociais contra as declarações do artista plástico capixaba Luiz Felipe Lyrio.

Na semana passada, o artista – que passou uma estada no Amapá – fez declarações preconceituosas e injuriosas contra os amapaenses e chegou a postar fotos da ex-companheira, acusando-a de ladra e prostituta. Mesmo após as manifestações dos delua2amapaenses em censura ao comportamento, o artista continuou a fomentar os ataques.

O parlamentar orientou que cada amapaense que se sentir ultrajado pelas declarações tem o direito de registrar boletim de ocorrência por crime de ofensa e injúria racial, que é inafiançável.

Luiz Felipe Lyrio já está respondendo por queixa-crime onde é pedido a retirada dos ataques contra a ex-companheira e sua condenação com base no Código Penal.

Pedro DaLua lamentou que, em pleno século XXI, ainda sejam comuns ataques contra nortistas e nordestinos. Ele também prestou solidariedade ao deputado Augusto Aguiar, que sofreu ataque semelhante nas redes sociais, e manifestou apoio a toda a comunidade nordestina que escolheu o Amapá para viver.

img_5626
Confraria Tucuju

Pedro DaLua também prestou homenagem nesta quarta-feira, 8, aos 20 anos da Confraria Tucuju. A Confraria, que hoje completa 20 anos, foi criada em 08/06/1996 para valorizar o povo amapaense, a sua cultura, história e tradições. A sede da Confraria funciona no Largo dos Inocentes, em instalações pertencentes à Diocese de Macapá. A decisão de um procurador da República mandando silenciar as caixas de marabaixo do mestre Pavão foi importante no sentido de precipitar a criação da Confraria Tucuju, que valorizou as comemorações alusivas ao aniversário da cidade (4/02) que praticamente não existiam. Em 2013, a entidade recebeu o prêmio Amapá em Destaque como Maior Destaque na Difusão Cultural daquele ano.

Assessoria de Comunicação Social do Deputado Pedro DaLua

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *