Devaneio de agora: Tanta! (ou seria tantã?)

 
Tava um tempinho sem tempo para discorrer sobre minhas divagações, devaneios, doidices e afins neste blog. Como tudo na minha vida foi muito, escrevi “Tanta”, mas poderia ser tantã. Saquem: 
 
Pra começar, foram tantas contradições, tantos temores, tantas pessoas e tantas as histórias nas últimas bem vividas três décadas! (época de moleque não conta). Como diz o tal Rei perneta: “tantas emoções”. 
 
Tantos bons e maus momentos, muitas alegrias e poucos choros. Tantos nascimentos e alguns enterros. Tantas músicas e pouca dança. Tantas paranaóias, manias, chatices e porretices. Tanto trabalho (sagrado), tanta farra, muito álcool, tantos muitos amigos (tantos ex amigos), tantas amanhecidas, algumas brigas, poucas angústias, poucos perdões.
 
Tanto veneno e pouco antídoto. Tantos escritos, várias interpretações erradas, tanta crítica tanto aplauso e tanto amor familiar.  Tantas velhas e novas sensações. Tantos romances cinematográficos. Tantas falsas certezas, tantos enganos verdadeiros. Tantos parágrafos tragicômicos. Tantos sonhos possíveis e impossíveis.
 
Tantas expectativas, nada de limites, quantas frustrações. Tantos textos cheios de narrativas utópicas. Tantos amores surreais e paixões à bruta. Tanta coisa maligna. Tanta reprovação geral. Poucas ações a contragosto, muita liberdade!
 
Tantos Rocks, tantos sambas, tantas trilhas. Tantas brigas, muitas vitórias e poucas derrotas. Tanta coisa inesquecível, tantas saudades!
 
Tantos méritos e deméritos. Tantas experiências, vivências válidas em sua maioria e algumas em vão. Tantas memórias afetivas, tantas juras, tantas pieguices e tantos desenganos. Tanto Chico Burque na vitrola, tanta coragem e tanta falta dela. Tantos amores e tanta vida!
 
Elton Tavares.
*Texto republicado por falta de tanta falta de inspiração. 
Compartilhe isso!

Deixe um comentário

Commentários
  1. Fausto Suzuki
  2. Andreza Gil Costa e Costa
  3. Elton Tavares
  4. Mary Paes
  5. Elton Tavares

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*