Dia 1° de maio tem Marabaixo do Trabalhador na Favela

No tradicional bairro Favela, atual Santa Rita, a programação do Ciclo do Marabaixo continua neste 1° de maio, com o Marabaixo do Trabalhador, no Barracão da Gertrudes Saturnino, a partir das 17h. Roda aberta para quem quiser arrastar os pés, e gengibirra e caldo estão garantidos pela Associação Berço do Marabaixo da Favela.

“O convite é aberto para todos, mas a homenagem é para o trabalhador, para quem vamos pedir à Santíssima Trindade, Pai, Filho e Espírito Santo que os protejam”, disse Valdinete Costa, da coordenação.

O Ciclo do Marabaixo na Favela iniciou no Sábado de Aleluia, com o Marabaixo da Aceitação, em louvor à Santíssima Trindade, e até 3 de junho é cumprido o ritual. Rodas de marabaixo, ladainhas, missas, café da manhã, Almoço dos Inocentes, fazem parte da programação anual. No dia 5 de maio, próximo sábado, tem o ritual do corte dos mastros, no Quilombo do Curiaú, com todas as famílias tradicionais festeiras, devotos, dançadeiras e tocadores, às 9h.

No dia do Trabalhador terá ainda o Bazar Cultural, uma parceria da Associação Berço do Marabaixo e grupo de teatro Os Desclassificáveis, com venda de roupas de marabaixo e adereços, para todas as idades.

A roda de marabaixo do dia do Trabalhador encerra às 22h.

Mariléia Maciel – Jornalista


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *