Diretora do Sebrae destaca importância da entidade para a retomada econômica

Diretora-técnica do Sebrae Amapá, Marciane Santo – Foto: Diário do Amapá

Por Cleber Barbosa

A diretora-técnica do Sebrae Amapá, Marciane Santo, destacou em entrevista no rádio a importância da entidade no contexto de enfrentamento à pandemia, para mitigar seus efeitos e preparar a retomada das atividades econômicas. Ela deu mais detalhes da conquista de benefícios como um auxílio emergencial e um de alimentos para empreendedores e colaboradores de uma cadeia econômica que envolve mais de 50 atividades.

Falando ao programa Café com Notícia, na rádio Diário FM (90,9), onde ela assina a coluna semanal “Mulheres que inspiram mulheres”, ela falou sobre as tratativas com o poder público para ajudar os empreendedores do setor de evento e turismo a diminuir os efeitos da paralisação de toda uma cadeia produtiva impactada diretamente pelo Lockdown e medidas de distanciamento social.

“O governo do estado propôs um projeto de lei que viabilizava auxílio para bares e restaurantes e inseriu também as agências de viagem e empresas de turismo. O processo é muito simples, cadastrando via site do governo para receber direto o crédito em conta”, explicou Marciane Santo sobre o incentivo aprovado ao turismo.

Ela disse que as entidades que compõem o setor de turismo calculam uma perda estimada em R$ 40 bilhões em receitas para a cadeia produtiva que impacta mais de 50 atividades econômicas, além de mais de 1 milhão de pessoas que ficaram desempregadas, em um cenário que envolve eventos, hospedagem, viagem, transportes, guias e tantas outras.

Neste sentido, ela lembrou o cenário de aeronaves no solo, ônibus parados, tudo contribuiu para um impacto muito significativo. “Nas últimas semanas nós estivemos junto com outras associações tratando com o poder público estadual sobre medidas para mitigar esses impactos, afinal em momento de crise a gente precisa viabilizar sim auxílio financeiro, transferência de renda e outros tipos de auxílio como alimentação para que esses trabalhadores que estão impedidos de trabalhar possam subsistir até que a gente tenha a retomada plena dessas atividades, que os especialistas projetam que só voltam aos patamares que tínhamos antes somente em 2023”, ponderou.

Para acessar o auxílio emergencial, os empreendedores do turismo e do setor de eventos devem se cadastrar no portal do Governo no Amapá, no endereço eletrônico http://auxilioemergencial.ap.gov.br e cadastrar os dados bancários para receber a primeira e possivelmente mais duas parcelas do auxílio financeiro e um auxílio alimentação para os trabalhadores desses empreendimentos.

Fonte: Blog do Cleber Barbosa

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *