‘É uma causa muito importante para salvar vidas’ diz jovem ao doar sangue pela primeira vez no Hemoap

Nesta segunda-feira, 1º, o pensamento de solidariedade e amor ao próximo levou a jovem Camila Souza, de 26 anos, pela primeira vez ao Instituto de Hematologia e Hemoterapia do Amapá (Hemoap) para doar sangue. Incentivada pelo pai, doador há mais de 20 anos, ela conta que o exemplo em casa e a necessidade de ajudar uma amiga a fez tomar a decisão de ser uma doadora no hemocentro do estado.

“Meu pai já é doador há muito tempo e sempre tive vontade de doar. Acho uma causa muito nobre. Uma amiga está fazendo uma campanha para conseguir bolsas de sangue, então decidi vir doar de forma voluntária. Agora, pretendo continuar regularmente. Todos deveriam procurar o Hemoap, pois é uma causa muito importante para salvar vidas”, incentivou Camila.

Atualmente, o Hemoap possui cerca de 180 mil doadores de sangue cadastrados no hemocentro, mas apenas 20 mil são doadores de sangue frequentes. Esse é o caso do aluno do curso de formação da Polícia Militar, Yuri Pessoa, de 31 anos, que era doador de sangue no Pará e resolveu continuar a tradição no Amapá, onde mora há seis anos.

“Eu doo sangue desde os meus 21 anos. Às vezes, a vida de uma pessoa depende da nossa doação, do nosso sangue. Doar é uma forma de empatia e de ajudar o próximo,” comentou o militar.

Em média, uma pessoa adulta tem cinco litros de sangue circulando no corpo. Em uma doação, são coletados, no máximo, 450ml de sangue. A chefe da divisão técnica do Hemoap. Hellen Bittencourt, reforça os protocolos de segurança adotados, em que a quantidade de sangue retirada não afeta a saúde do doador e o sangue doado é separado em diferentes componentes: hemácias, plaquetas e plasma.

“O Hemoap é responsável por abastecer todas as unidades privadas e públicas de saúde do Amapá, sendo um vínculo entre o doador e o paciente. Por isso, os doadores são fundamentais nesse processo, eles são o coração do nosso hemocentro. Em apenas uma coleta de sangue, conseguimos salvar até quatro vidas”, enfatiza Hellen.

Critérios para doação

Para doar sangue, é necessário atender diferentes critérios como

pesar acima de 50 kg;
ter idade entre 16 e 69 anos;
estar em boas condições de saúde;
não ter testado positivo para covid-19 nos últimos 30 dias e não ter apresentado sinais ou sintomas de gripes nos últimos 14 dias;
no caso de menores de 18 anos, é preciso apresentar uma autorização dos pais ou responsáveis.
Onde doar?

O Hemoap fica na avenida Raimundo Álvares da Costa, esquina com a rua Jovino Dinoá. O horário de funcionamento é das 7h30 às 12h30. As doações de sangue podem ser realizadas por comparecimento espontâneo ou solicitadas através de agendamento via WhatsApp pelo número: (96) 98811-0200.

Texto: Jamile Moreira
Foto: Gabriel Maciel/Sesa
Secretaria de Estado da Comunicação

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *