Edital dos concursos públicos para membros e servidores do MP-AP já está em análise no Conselho Superior da instituição

Foto: Manoel Raimundo Fonseca

Enquanto outras instituições, devido a grave crise financeira que o país atravessa, estão sendo obrigadas a cancelar previsão de concurso, o Ministério Público do Amapá (MP-AP), apesar do momento desfavorável, formalizou, ainda em 2020, contrato com o Centro Brasileiro de Pesquisa em Avaliação e Seleção e de Promoção de Eventos (Cebraspe), visando a realização de concursos públicos para provimento dos cargos de promotor de Justiça substituto e de servidores do Quadro Permanente de Pessoal, além da formação de cadastro de reserva.

O contrato prevê a realização de dois Concursos Públicos: um para provimento de nove vagas no cargo de Promotor de Justiça Substituto; e outro para provimento de seis vagas para o cargo de Técnico Administrativo – área administrativa – e de quatro vagas para o cargo de Analista Ministerial – Assistente Social, Psicólogo e Tecnologia da Informação – ambos do quadro geral de pessoal do MP-AP.

Na ocasião, a procuradora-geral de Justiça do MP-AP, Ivana Cei, relembrou todos os ajustes administrativos e financeiros, bem como a gestão transparente e austera da instituição, para que fosse possível adequar as necessidades de ampliação do quadro permanente com a realidade orçamentária. O último concurso público realizado no MP-AP, foi em 2012, também sob a gestão da PGJ.

Atualmente, o MP-AP conta em seus quadros com 197 servidores efetivos; 116 trabalhadores terceirizados, que atuam em todas as unidades no Estado; 182 funções comissionadas, destas 50 ocupadas por servidores efetivos; 168 estagiários – contratados via processo seletivo feito em parceria com o Centro de Integração Empresa Escola (CIEE) – e 76 Policiais Militares, profissionais de segurança pública essenciais para as atividades desenvolvidas no âmbito MP-AP, como investigações e operações de combate ao crime organizado.

Todas as tratativas do concurso público de membros e servidores estão sendo acompanhadas pelas entidades representativas, sejam associações de classe ou sindicato da categoria, para que todos possam contribuir com o certamente e tenham ciência dos limites impostos pela Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF).

Sobre a empresa que vai realizar o certame

Em reunião realizada, no dia 19 de novembro de 2020, a Procuradoria-Geral de Justiça do MP-AP com a Chefia de Gabinete da PGJ e a Secretaria-Geral da instituição deliberaram que a empresa Cebraspe é a mais adequada para operacionalizar o processo seletivo, por sua reputação ético-profissional, pela sua expertise na prestação dos serviços técnicos especializados, principalmente, na elaboração e avaliação de Perfil Profissiográfico dos cargos, e ainda, por atender plenamente às solicitações de informações e os valores propostos.

O Centro elaborou, em conjunto com os Analistas de Psicologia do MP-AP, o Perfil Profissiográfico dos cargos para promotor de Justiça. Saiba mais aqui: http://www.mpap.mp.br/noticias/gerais/mp-ap-formaliza-contrato-com-cebraspe-para-realizacao-de-concurso-publico

Serviço:

Assessoria de Comunicação do Ministério Público do Amapá
Gerente de Comunicação – Tanha Silva
Núcleo de Imprensa
Texto: Ana Girlene
E-mail: [email protected]
Contato: (96) 3198-1616

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *