Educação e Cultura: governador reinaugura Biblioteca Pública Elcy Lacerda


O governador do Amapá, Camilo Capiberibe, reinaugurou nesta sexta-feira, 27, a Biblioteca Pública Elcy Lacerda. A revitalização foi executada por meio da parceira das Secretarias de Estado da Infraestrutura (Seinf), Cultura (Secult) e Educação (Seed). A entrega da Biblioteca para a população visa à promoção da leitura e pesquisa, além do fortalecimento da cultura amapaense.

De acordo com o titular da Seinf, Joel Banha, o total do investimento na reforma, adaptações e aparelhamento do local foi na ordem de R$ 856.888,66, recursos provenientes do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). Além da obra, foram adquiridos os equipamentos e toda a mobília: mesas, cadeiras, armários, computadores, câmara fotográfica, arquivos, nobreak e impressoras.

O secretário de Estado da Cultura, Zé Miguel, agradeceu a sensibilidade do governador pelo empenho em devolver a Biblioteca ao povo do Amapá. O titular da Secult enfatizou que Camilo Capiberibe sempre cobrou da equipe de governo a celeridade na obra e aparelhamento do local, que foi uma prioridade desde 2011.

O governador afirmou que a Biblioteca disponibiliza conhecimento ao povo do Estado e possibilita o desenvolvimento do cidadão. Camilo Capiberibe enfatizou que, quando foi estudante da Rede Pública de Ensino do Amapá, frequentou o local e que por isso sabe da importância do espaço para a população, sobretudo, para a classe estudantil.

“Estou muito feliz em reinaugurar a Biblioteca Elcy Lacerda, que será um espaço de promoção da leitura, pesquisa e conhecimento. Temos que valorizar a educação. Eu estudei neste lugar, que foi muito importante para minha formação e que tenho certeza que será para todos os estudantes amapaenses”, ponderou o governador.

Biblioteca revitalizada e estruturada

Segundo a gerente da Biblioteca, Lulih Rojanski, a reabertura do local é o resultado do compromisso assumido pelo governador Camilo Capiberibe. Ela afirmou que a reinauguração beneficia a classe estudantil, pesquisadores e população amapaense em geral, que novamente tem acesso à leitura e pesquisa.

Lulih Rojanski explicou que o prédio possui plataforma de acessibilidade, banheiros, espaços administrativos, centrais de refrigeração, novas estantes e sistema de proteção contra incêndios. A Biblioteca também contará com novidades, como os novos espaços: auditório com capacidade para 100 pessoas, sala da Literatura em Braile, acervo afro-indígena, Sala de Leitura, Cantinho Elcy Lacerda, os cantinhos já tradicionais dedicados aos ensinos médio, fundamental e infanto-juvenil, obras raras, periódicos, galeria de artes Alcy Araújo, entre outros.

Descaso com a cultura

De acordo com a gerente da Biblioteca, em 2009, o local fechou as portas por falta de equipamentos, problemas nas condições estruturais, como refrigeração, mobília, ataque de cupins e a falta de cuidados específicos com o acervo.

O secretário de Estado da Educação, Adalberto Carvalho, afirmou que o fechamento de uma Biblioteca é um atentado ao desenvolvimento de um povo, ainda por cima, a única de uma cidade, como é o caso da Elcy Lacerda.

“A situação como se encontrava a Biblioteca Elcy Lacerda é um retrato de como a gestão passada deixou a educação, ou seja, um cenário de ‘terra arrasada'”, criticou Adalberto Carvalho.

Agradecimento da família Lacerda

A irmã de Elcy Lacerda, Sônia Lacerda, representante da família da professora que nomeia a Biblioteca, agradeceu a homenagem póstuma do Governo do Amapá. “Estamos muito felizes pela revitalização da Biblioteca Pública que possui o nome de minha irmã. Em nome de nossa família, agradeço ao governador essa homenagem, pois tenho certeza que Elcy está muito feliz por nomear um local de busca pela cultura”, acrescentou Sônia Lacerda.

Programação cultural

A reabertura da Biblioteca Elcy Lacerda contou também com vasta programação cultural. Entre as atrações estão a exposição “Fotógrafos Anônimos”. Shows musicais, declamação de poesia e apresentação do grupo de contadores de história (Formado por 10 funcionários e amigos da Biblioteca Elcy Lacerda).

A reabertura da Biblioteca estava marcada para o último dia 20, porém, foi cancelada em decorrência do acidente aéreo que vitimou o deputado estadual Dalto Martins, na qual o governador Camilo Capiberibe decretou luto oficial de três dias.

Também prestigiaram a cerimônia de reabertura da Biblioteca a primeira-dama do Amapá, Cláudia Camargo Capiberibe, a deputada federal Janete Capiberibe, o senador João Alberto Capiberibe, secretários de Estado, imprensa e sociedade civil.

Elton Tavares/Secom
Compartilhe isso!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*