Eleições 2020 em Macapá: Sorteio para auditoria das urnas eletrônicas acontece no sábado (05)

Neste sábado (5) a partir das 9h do sábado, dia 05 de dezembro, na véspera das eleições municipais de Macapá, a Comissão de Auditoria da Votação Eletrônica sorteia, no auditório do edifício-sede do TRE-AP em Macapá (Av. Mendonça Júnior. Nº 1502) 2 seções eleitorais que terão suas urnas submetidas as auditorias acima referidas.

Durante o período eleitoral, há dois procedimentos de Auditoria de funcionamento das Urnas Eletrônicas, previstos na Resolução TSE nº 23.603/2019: A auditoria de funcionamento das urnas eletrônicas em condições normais de uso, realizada em local público; A verificação de autenticidade e integridade dos sistemas instalados nas urnas, realizada no local da votação.

A primeira urna sorteada será auditada em condições normais de uso, sendo transportadas até a sede do TRE/AP e a outra será auditada mediante autenticidade e integridade dos sistemas, in loco, no referido local de votação.

A urna que será submetida à auditoria de funcionamento em condições normais de uso será retirada da respectiva seção eleitoral e levada ao TRE/AP.

No dia 6 de dezembro, no horário da votação oficial, que ocorrerá das 7h às 17h, a votação simulada com o objetivo de verificar se a urna eletrônica funciona normalmente, captando e processando os votos corretamente.

Como ocorre a votação paralela

Durante a votação paralela, servidores da Justiça Eleitoral digitarão nas urnas sorteadas, um a um, todos os votos anotados nas cédulas de papel e depositados em uma urna de lona. Às 17 horas, no final da votação, terá início a apuração dos votos, e o resultado da contagem nas cédulas e urnas eletrônicas deve coincidir, a fim de comprovar que não há adulteração nos programas da Justiça Eleitoral.

A cerimônia é pública e pode ser acompanhada pela imprensa credenciada e entidades fiscalizadoras.

A outra urna será submetida à auditoria de verificação de autenticidade e integridade dos sistemas, que acontece na própria seção eleitoral em momento anterior à emissão da Zerésima (relatório expedido pela urna que comprova que não há votos registrados antes do início da votação). O juiz eleitoral vai ao local de votação para extrair um relatório da urna, que é disponibilizado aos entes de fiscalização para conferência com os resumos digitais dos sistemas publicados no site do TSE.

Serviço:

Texto: Beatriz Belo
Fernanda Picanço – Assessora de Comunicação
Tribunal Regional Eleitoral do Amapá
Contato: (96)3198-7504 (Ramal 7504)/ (96)98406-5721

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *