Em audiência pública realizada em Porto Grande altos níveis de contaminação de peixes são apresentados

Na última terça-feira, 12, foi realizada, em Porto Grande, uma audiência pública junto com pescadores na Câmara Municipal. A audiência, realizada pela Promotoria de Justiça de Porto Grande, tem o objetivo de discutir o Convênio nº 001/2016, que trata sobre a Usina Hidrelétrica Cachoeira Caldeirão.

A pesquisadora do Instituto de Pesquisas Científicas e Tecnológicas do Estado do Amapá (IEPA), Cecile Gama, apresentou o grave problema da contaminação dos peixes por mercúrio com teor 22 vezes maior que o adequado para o consumo humano. Ela informou durante a audiência que o rio que apresenta um estado de contaminação mais alarmante é o rio Araguari; o peixe Trairão é a espécie que está apresentando maior índice de contaminação, o que representa um risco para a população de Porto Grande, pois é o peixe muito consumido na região.

Os pescadores apresentaram suas queixes, entre elas as graves consequências advindas do fim da pesca artesanal que, segundo eles, dificulta a sobrevivência deles e seus familiares. Apesar disso, poucos possuem conhecimento sobre a criação de peixes, sendo assim, a Agência de Pesca do Amapá (PESCAP) apresentou propostas alternativas aos ribeirinhos, sugerindo o investimento de cerca de R$ 400.000,00 na pesca local. Está definida, ainda, a compra e construção da Sede do Pescador, o restante do dinheiro servirá para aplicação em projetos de criação de peixes do tipo de produção em tanque rede, tanque escavado ou tanque suspenso.

“Precisamos que seja feito uma palestra que apresente aos pescadores todo o processo de criação de peixes e quais as opções que eles têm para utilizar além da pesca artesanal”, destaca o promotor de Justiça Wueber Penafort.

A Promotoria solicitou a PESCAP que fosse realizado esse ato através dos engenheiros disponíveis na Agência e o curso ficou agendado para o dia 25 de setembro, com duração de oito horas.

SERVIÇO:

Rafaela Bittencourt/Asscom MP-AP
Assessoria de Comunicação do Ministério Público do Estado do Amapá
Contato: (96) 3198-1616/(96)
Email: asscom@mpap.mp.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *