Em dias de chuva (crônica de Elton Tavares)

macapáchuvosafortaleza (1)

Chove em Macapá. O sol está entocado, iluminando somente o suficiente, graças a Deus. Amo dias chuvosos. Em dias de chuva, dá vontade de ficar na cama até mais tarde, mas trabalhar é preciso.

Dia bonito pra mim é dia chuvoso. Noite idem. Gosto por não suar e bebo cerveja sem problema, pois o frio me agrada profundamente. Em dias de chuva, gosto até do trânsito (deve ser por não dirigir).

Em dias de chuva, como hoje, lembro quando morávamos em pequena casa de madeira, cheia de goteiras. As poucas panelas eram espalhadas pela casa, para armazenar a água do pinga-pinga.

Quando era moleque, em dias de chuva, jogávamos futebol debaixo de temporal e dávamos muito valor naquela parada. Também me lembro do meu velho e saudoso pai, que nos ensinava a ensaboar os vidros do carro para que não embaçassem. É, a chuva me traz mil memórias, a maioria muito boas.

Gosto do som da chuva, do barulho dos pingos no telhado. Os dias chuvosos me trazem uma paz imensa. A chuva anuncia: finalmente o inverno chegou.

Ah, não gosto de usar guarda-chuva, gosto do respingo, do frescor, de me molhar. Aliás, nunca gostei de “chove não molha” e, se é assim, sempre aviso: “pode tirar o cavalo da chuva”.

É isso!

Elton Tavares

Compartilhe isso!

Deixe um comentário

Commentários
  1. Thiago Mart

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*