Em Santana 13 julgamentos de crimes dolosos contra a vida marcarão o Mês Nacional do Júri

A Comarca de Santana já está preparada para o Mês de Esforço Concentrado de Julgamentos de Crimes Dolosos Contra a Vida, que acontecerá de 05 a 29 de novembro em todo o país. Serão julgados 13 processos durante o Mês Nacional do Júri naquele município: cinco na 1ª Vara Criminal e oito na 2ª Vara Criminal.

Entre os julgamentos programados para o Mês do Júri no município, há casos de tentativas de homicídios, homicídios e roubos. “Como o Fórum de Santana conta com um Plenário, os processos serão julgados alternadamente. Uma semana sendo disponibilizado para a 1ª Vara Criminal e a outra para a 2ª Vara Criminal”, explicou Janina Moraes Lopes, chefe de secretaria da 1ª Vara Criminal da Comarca de Santana.

Esta iniciativa é do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) e, por meio dela, todas as unidades judiciais que tenham competência para julgamento de crimes dolosos contra a vida devem realizar, pelo menos, uma sessão do Tribunal do Júri em cada dia útil da semana, dando preferência aos processos de réus presos

“Estamos dando toda atenção e colocando pautas o máximo possível para o Mês Nacional do Júri e parabenizo pelo apoio que o TJAP sempre proporciona”, disse a juíza Lívia Simone, titular da 2ª Vara Criminal da Comarca de Santana.

De acordo com o desembargador João Guilherme Lages, coordenador do Mês Nacional do Júri, desde agosto o TJAP está trabalhando o evento. Foram organizadas e solicitadas pautas a todas as comarcas, de norte a sul do estado. “Os magistrados e servidores estão empenhados na realização dos julgamentos. Sem dúvida, faremos um grande mutirão aqui no Amapá”, finalizou.

Assessoria de Comunicação Social

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *