Empossado novo vice-presidente/corregedor do TRE-AP e juiz federal se despede da Corte Eleitoral

tre-ap-posseagostinodespedefederal

Em Sessão Administrativa do Tribunal Regional Eleitoral do Amapá (TRE-AP), realizada nesta quarta-feira (5), o presidente do TRE, desembargador Carlos Tork, empossou o juiz substituto, desembargador Agostino Silvério Júnior, que substituiu a desembargadora Stella Ramos, como novo vice-presidente/corregedor desta Justiça especializa. O magistrado ficará no cargo até o final do Biênio 2015/2017. A ação cumpre a recomendação do Conselho Nacional de Justiça (CNJ).

O desembargador Agostino Silvério Júnior recebeu as boas vindas do presidente do TRE e foi saudado pelos seus pares. A Corte elogiou a experiência do novo vice-presidente/corregedor e ressaltaram que ele chega para somar com as atividades da Justiça Eleitoral do Amapá.

O desembargador Agostino participou da formação da Corte Eleitoral em vários momentos. São eles: de fevereiro de 1992 à fevereiro de 1994, como juiz membro substituto, na classe dos juízes de direito; no período de março de 2009 a março de 2011, como juiz membro substituto, na classe dos desembargadores e de março de 2012 à março de 2015, como vice-presidente/corregedor.

O novo vice-presidente/corregedor terá como incumbência relatar e julgar, em colegiado, os processos eleitorais, judiciais e administrativos a ele distribuídos. Além de gerir a Corregedoria Regional Eleitoral (CRE/TRE-AP), que é a unidade do TRE responsável pela fiscalização da regularidade dos serviços eleitorais em todo o Estado e a expedição de orientações sobre procedimentos e rotinas a serem observadas pelos cartórios eleitorais.

Despedida do juiz Jucélio Neto

Na mesma Sessão, o juiz Jucélio Neto se despediu da Corte Eleitoral. O magistrado será transferido para Tocantins (TO). Ele será substituído pela Juíza Lívia Perez.

Jucélio Fleury Neto foi empossado como juiz membro em 11 de novembro de 2015. O magistrado é natural de Goiás e formou-se Bacharel em Direito pela Universidade Federal de Goiás; foi Técnico Judiciário do Tribunal Regional Eleitoral de Goiás de 2006 a 2010; Defensor Público do Estado do Mato Grosso de 2010 a 2013 e Juiz Federal do Tribunal Regional Federal da 1ª Região desde fevereiro de 2013.

O juiz Jucélio afirmou que atuar na Corte Eleitoral foi um aprendizado para sua carreira como magistrado. A Corte, em unanimidade, enalteceu a competência do magistrado e desejou boa sorte no seguimento de sua carreira na magistratura federal.

Composição

A Corte do TRE-AP conta com dois desembargadores: Carlos Tork (Presidente), Agostino Silvério Júnior (vice-presidente corregedor); um juiz federal: Jucélio Neto; dois juízes estaduais: Dr. Décio Rufino e Dra. Eleusa Muniz; e dois advogados, Dr. Léo Furtado e Dr. Jâmison Monteiro. Todos eles participaram da Sessão Solene. Também presente o Procurador Regional Eleitoral, Dr. Ricardo Negrini.

Serviço:

Elton Tavares
Assessoria de Comunicação e Marketing do Tribunal Regional Eleitoral do Amapá

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *