Encontrei as chaves

                                                                                                            Por Lorena Queiroz

Sonhei um sonho ousado.
Ousei sonhar o que não aconteceria.
Meti-me a querer o que você não me daria.
Consegui voar sobre minha própria vida.
Permiti o espelho denunciar toda minha ignorância.
Temi não me autorizar querer outra coisa, sonhar outros desejos.
Amanheci no meio de tudo, mergulhada naquele “álcool mundo”, vendo tudo diferente com o negativo da minha conta-corrente.
Chorei por algumas únicas horas, pois aprendi que o choro bem chorado não se repete pelo mesmo motivo.
Pensei ter quebrado todas as algemas que me arrastariam novamente até você.
Descobri, pois, que não quebrei as algemas – eu, enfim, encontrei as chaves.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *