Encontro debate dificuldades do setor oleiro-cerâmico no Amapá

sebrae1

Por Denyse Quintas

O Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas no Amapá (Sebrae/AP), instituições da indústria, comércio e o poder público estadual se reúnem com representantes dos segmentos de olaria e cerâmica no Amapá. A pauta se concentrou em três eixos temáticos – Disponibilidade de área para retirada da argila, prioridades dos órgãos reguladores e criação do planejamento estratégico para o setor a médio prazo.

“Uma das principais propostas do setor é que as necessidades dos órgãos reguladores, como as licenças do Corpo de Bombeiros, sejam aplicadas somente na área de forno, que é onde oferece o risco de incêndio, e não na área toda da olaria, que é bastante extensa”, disse Izaias Antunes, do Sindicato das Indústrias Oleira e Cerâmica do Amapá.

As discussões envolvem a fiscalização do Corpo de Bombeiros Militar (CBM), Instituto de Meio Ambiente e Ordenamento Territorial do Amapá (Imap) e Secretaria de Estado do Meio Ambiente (Sema), que exigem documentos e certificações para liberação da atividade.

Segundo o secretário da Seicom, Eliezir Viterbino, o Governo do Estado do Amapá vai trabalhar em cima de mecanismos para que o segmento de olaria e cerâmica seja certificado e trabalhe dentro das normas estabelecidas. “Através disso, vamos preparar o setor para que os seus produtos também sejam comercializados fora do Amapá”, afirmou.

“Vamos tratar o setor oleiro como um todo e não somente na resolução das prioridades. Vamos destravar todos os gargalos que dificultam a atividade do segmento no Estado”, completou o secretário Eliezir Viterbino.

De acordo com Eliezir Viterbino, futuramente, a questão oleira e cerâmica no Amapá serão tratadas pela Agência de Desenvolvimento, que está em fase de criação. “Assim que criada, as quatro diretorias que compõem a Agência estarão engajadas no tratamento de todas as questões que envolvem o segmento. Mas enquanto isso não acontece, estamos trabalhando e auxiliando no que é possível fazer”, destacou.

A reestruturação do setor oleiro-cerâmico no Amapá foi tema do encontro ocorrido nesta segunda-feira (20), entre representantes do segmento e membros do Executivo estadual. A atividade ocorreu na sede da Seicom, com a participação de diferentes pastas e órgãos governamentais, empresários e sindicalistas.

Na audiência, estiveram presentes a gerente de Políticas Públicas do Sebrae, Célia Almeida, secretário de Estado da Indústria, Comércio e Mineração (Seicom), Eliezir Viterbino, secretário adjunto da Seicom, Joselito Abrantes e gestora do Projeto Indústria do Sebrae, Vera Matos.

Fonte: Gecom/Fecomércio Amapá

Serviço:

Sebrae no Amapá
Unidade de Marketing e Comunicação: (96)3312-2832
Central de Relacionamento: 0800 570 0800
Blog: www.sebraeap.blogspot.com.br
Twitter: @sebraeap
Facebook: /sebraeap
Portal Sebrae: www.ap.sebrae.com.br
(24/04/2015)

Compartilhe isso!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*