Equipe da Secult faz visita técnica na Base Aérea do município de Amapá

A Coordenadoria de Preservação do Patrimônio Histórico da Secretaria de Estado da Cultura (CPPH/Secult) começa nesta quarta-feira,14/08, uma visita técnica ao Museu da Base Aérea do município de Amapá. O objetivo da ação, que vai até o dia 19/08, é a elaboração de projetos de preservação do patrimônio histórico amapaense.

A equipe da CPPH/Secult, composta pelo coordenador, Carlos dos Santos; pelo gerente do Arquivo Público (Marcio José Amorim) e a técnica, Lenira dos Reis, fará o levantamento documental existente no local, para a sua catalogação e guarda. A medida faz parte do um plano anual de trabalho e de um planejamento institucional.

Titular da Secult, Evandro Milhomen

De acordo com o titular da Secult, Evandro Milhomen, a equipe fará diagnóstico real do acervo para verificar a necessidade de profissionais para inventariar o museu, considerando a necessidade de informações dos equipamentos que ainda possam passar por restauro e sobre a possibilidade de coletar depoimentos testemunhas no município, que possam fazer a narrativa sobre importante período histórico para o Amapá.

O trabalho da equipe é fundamental. Esse resgate, catalogação e manutenção é essencial, pois faz parte da identidade cultural, histórica e da memória do Amapá e mundial. Vamos trabalhar para restituir o que conseguirmos dessa riqueza patrimonial imaterial”, frisou o secretário Evandro Milhomen.

Sobre a Base Área do Amapá

Localizado a 302 Km de Macapá, o município de Amapá foi fundado em 1901. Quarenta anos depois, foi construída a base aérea americana, que servia como ponto de apoio durante a 2ª Guerra Mundial. O local contribuiu para o patrulhamento de nosso litoral e para escolta dos comboios dos navios mercantes.

Após 1946, a unidade foi desativada e passou para as mãos da Força Aérea Brasileira (FAB), onde foi montado um Centro Aéreo de Treinamento. Na década de noventa, a base virou formalmente museu a céu aberto. Com a ação do tempo, sem a proteção patrimonial adequada, o lugar foi deteriorado.

O Museu da 2ª Guerra possui casas, paiol, estruturas e sucatas de veículos da época, e torre original de Zeppelin, uma raridade.

Assessoria de comunicação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *