Escola Municipal de Arte e Cultura Zeniude da Costa Pereira


Zeniude da Costa Pereira será nome da primeira Escola Municipal de Arte e Cultura, a ser inaugurada em junho pela Prefeitura de Macapá, a instituição funcionará onde antes estava a Escola Circo Roda Ciranda, no bairro Goiabal. Com a filosofia de trabalho, formação integral do ser através da arte e da cultura e sob a administração da Secretaria Municipal de Educação (Semed) a nova escola terá a parceria da Fundação Municipal de Cultura (Fumcult) para o planejamento e execução das ações.
Zeniude Pereira

Formada em Artes Cênicas com Habilitação em Teoria o Teatro (UFRJ) e Especialista em Metodologia do Ensino da Arte, Zeniude é considerada a pequena grande dama do teatro amapaense. Ao fazer parte da Gerência de Cultura do Sesc-AP, realizou diversas palestras com temas referentes às Artes Cênicas nas Instituições de Ensino Superior do Amapá e trabalhou como diretora de espetáculos teatrais.

Niude, como é conhecida por muitos do meio cultural, foi uma desbravadora das artes cênicas no Amapá, enfrentando todas as dificuldades para buscar capacitação num centro de formação mais adiantado, e retornando com a bagagem completa para contribuir de forma transformadora e inovadora com a formação dos atuais grupos teatrais de Macapá e Santana. Zeniude nasceu no dia 04 de fevereiro de 1968 e faleceu no dia 26 de agosto de 2007, aos 39 anos.

Movimento Cultural Roda Ciranda

Criado em 1999 por Fernando Chaves, o Movimento Cultural Roda Ciranda tem o objetivo de  valorizar a família, bem como o resgate de cantigas, brincadeiras, contação de histórias e outras manifestações da cultura popular que vinham sendo esquecidas ao longo do tempo. 

Dentre outras atividades, desenvolveu nos últimos três anos o Projeto Picadeiro Cidadão que atendeu anualmente a média de 20 escolas da rede municipal de ensino público. Agora, o Picadeiro Cidadão fecha esse ciclo e se torna Escola Municipal de Arte e Cultura Zeniude Pereira, espaço institucionalizado, de educação e cultura. 

Texto: Paulo Rocha
Asscom Fumcult

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *