Estilizados faz festa de 45 anos com shows de Bakaninha da Beija-Flor e da passista Luana Bandeira

Bakaninha da Beija-Flor e passista Luana Bandeira

A comemoração dos 45 anos de Piratas Estilizados será em grande estilo com shows do intérprete Bakaninha da Beija-Flor de Nilópolis e da passista da Viradouro, Luana Bandeira, neste sábado (5), na quadra da Escola Estadual Azevedo Costa, no Laguinho. A bateria Orquestra de Bambas do Grêmio Recreativo Escola de Samba Piratas Estilizados será uma das atrações junto com a cantora Carol Carvalho e a participação especial de Piratas da Batucada e Boêmios do Laguinho.

Gilson Conceição Júnior, o Bakaninha, é cria de Nilópolis e escolhido pelo Neguinho da Beija-Flor para ser seu sucessor como primeiro intérprete da escola carioca. Luana Bandeira, ex-rainha de Bateria da Estácio de Sá, é passista da Viradouro e assistente de palco do programa Caldeirão do Huck.

A expectativa da Diretoria Estilizada é fazer uma grande festa para celebrar com muito ritmo os 45 anos de fundação do GRESPE. A escola continua trabalhando em projetos sociais e mantendo ensaios dos intérpretes e ritmistas para realização de apresentações em eventos no decorrer do ano, mesmo sem perspectiva de realização dos desfiles oficiais do carnaval amapaense.

A última apresentação foi na noite de réveillon, quando intérpretes e a bateria Orquestra de Bambas deram um verdadeiro show de ritmo e versatilidade no evento organizado na orla do rio Amazonas, junto com as coirmãs Piratas da Batucada, Maracatu da Favela e Império do Povo. A atração agradou ao público que optou por passar a virada de ano no ritmos do carnaval tradicional.

O presidente Diego Cearense e o vice-presidente Maurício Correa estão otimistas de que o público irá prestigiar o evento programado para o primeiro sábado de 2019. “Nós iniciamos um trabalho de organização do Estilizado na gestão passada do presidente Robério Leite e, agora estamos investindo no crescimento da escola procurando manter os ensaios periódicos, e em conjunto com outras agremiações carnavalescas, buscando alternativas para manter viva a nossa tradição do Carnaval no Meio do Mundo”, manifestou Diego.

As últimas mesas podem ser adquiridas com os dirigentes de Piratas Estilizados pelo cartão de débito ou crédito no Escritório Administrativo, na Av. Mendonça Furtado, 1227, Centro (entre Leopoldo e Hamilton Silva). Informações pelo telefone: 99151-0817.

Histórico

Piratas Estilizados tem uma trajetória marcada pelo estilo irreverente e inovador que o levou a conquistar o título de campeã do carnaval amapaense em 1996, último ano de desfiles na Avenida FAB, com o enredo “ENTRE RISOS E LÁGRIMAS”.

Esta é a primeira foto da Escola de Samba Piratas Estilizados, fundada em janeiro de 1974, e carinhosamente chamada de “Piratinha” – Imagem: Blog da Alcinéa

Iniciou no carnaval amapaense como bloco de rua, fundado em uma reunião realizada na sede dos Escoteiros Veiga Cabral, em 05 de janeiro de 1974. Neste mesmo ano o Bloco Piratas Estilizados desfilou pela primeira vez na Avenida FAB, conquistando seu primeiro título no carnaval de rua, com o enredo “HOMENAGEM AO PIRATA”.

Como bloco, Piratas Estilizados ganhou todos os campeonatos, de 1974 a 1979, sempre com temas criativos, sambas de empolgação que contagiavam o público. De 1980 a 1987, Piratas Estilizados continua a brilhar como escola de samba do 2º Grupo. Finalmente, a partir de 1988, a agremiação carnavalesca é reconhecida como Grêmio Recreativo Escola de Samba Piratas Estilizados e passa a fazer parte do grupo especial da Liga das Escolas de Samba do Amapá (Liesa), posteriormente, Liga Independente das Escolas de Samba do Amapá (Liesap).

Gilvana Santos
Comunicação Piratas Estilizados


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *