Odeio usar uniforme (crônica relato)

                                               

Eu estava conversando ontem com uma amiga sobre usar uniforme. Odeio usar uniforme, de qualquer espécie ou modelo. Se gostasse disso, seria milico ou algo assim. Mas realmente, eu passo.

 
Usei uniforme em alguns lugares que trabalhei antes de ser jornalista, mas acredito que neste ofício, não precisamos desse papo. Para vocês terem idéia da minha aversão a vestimentas iguaizinhas, leiam este e-mail, enviado na época em que trabalhei em um conceituado Portal de notícias:
Boa tarde Senhora – Nome da chefe de redação, que eu prefiro não postar aqui.
 
Estou com um problema atípico aqui. Recebi, na última sexta-feira (15), duas camisas do novo uniforme do Portal e sinto informar que o traje ficou apertado em demasia e eu não me sentirei bem em usá-lo no dia a dia.
 
Não quero parecer rebelde, sei da importância da padronização em uma instituição como o Portal. Peço a compreensão da senhora, porém sou um homem acima do peso e não uso, há muito tempo, roupas justas.
Entendo que a blusa não interfere, em nada, na minha atuação ou nos textos jornalísticos. Gosto muito de trabalhar nesta instituição, não meço esforços para atender as necessidades do plantão ou dos nossos sites locais. Espero que a senhora entenda, pois não irei usar a referida vestimenta.
 
Elton Tavares
 
Após este e-mail, nunca mais me cobraram o uso do tal uniforme (risos).
Compartilhe isso!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*