Felicidade na chuva (por Cíntia Souza)

Hoje caminhei pela orla da cidade. Dessa vez foi meio estranho porque tomei chuva e curti cada gota. Curti as gotas que molhavam o rosto e escorriam pra boca…Bebi a chuva passando a língua pelos lábios… Até as ideias fluíram limpas, renovadas. Acho que o vento ajudou a serenar… O frio de fora me fez perceber o calor que vinha de dentro.

Me senti forte. Me percebi. De repente pareceu como se eu tivesse voltado ao tempo, para aquele “primeiro” recomeço…Zerada. Anulada! Isso me trouxe paz!

Daí rolou vontade de compartilhar essa energia e de fazer outras coisas também hehe… mas preferi apenas curtir o que já tava rolando, e foi legal! Bem legal!

Cíntia Souza

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *