Feliz aniversário, Marcelo Lima! (Meus parabéns ao querido cinegrafista)

MarceliLimaeEunoBailique

Eu e Marcelo Lima – Comunidade de Pau Mulato (próxima ao Arquipélago do Bailique) – 2011 – Foto: Márcia do Carmo

Hoje é aniversário do repórter cinematográfico, filho pai e avô amoroso, ex colega de trabalho, vascaíno sofredor, mão-de-vaca, sósia do Amado Batista e querido amigo meu, Marcelo Lima.

1236580_534755493244153_271454633_nMarcelo fez parte da antiga equipe de jornalismo da TV Amapá. O cara é, além de experiente e competente cinegrafista, batalhador, trabalhador e responsável.

Trabalhei dois anos com o Marcelo na assessoria de comunicação do Governo do Amapá. Juntos cobrimos os mais variados eventos, percorremos as estradas do Estado, fomos aos 16 municípios e dezenas de localidades.

Trampamos durante dias e noites, tomamos sol e chuva, dividimos comida, rachamos quartos de hotéis e nos ajudamos incontáveis vezes, tudo para que o trabalho fosse executado com sucesso.

397332_413231685396535_1431978193_nEu ficava muito puto quando estávamos dentro de um avião e ele dizia: “gordo, essa porra não cai, fica frio”. Mas eu seguia “cabreiro” até o destino, pois detesto voar. De aeronave monomotor ou bimotor então, é pânico. Mas o Marcelão ficava sempre impávido.

A gente já até quase morreu na estrada, lancha já bateu em pedras, ficamos em atoleiros, mas se for contar todas as histórias que vivemos com a Marcinha e Mariléia, não termino esse texto de parabéns.

535561_446714468714923_43542573_nPor tudo que vivemos, o cara virou meu brother. Apesar de ser um grande furão, já que não participa das nossas reuniões há tempos, o homem de “partinha” (ele usa um pequeno toldo enrolado em cima da testa) é consideradão por mim.

Marcelo, mano velho, que tenhas sempre saúde pra correr atrás dos teus sonhos e sabedoria pra gerir teus atos. Tu és um cara que admiro e que sempre estará na galeria dos grandes amigos que fiz nessa louca área de atuação.

Parabéns, meu amigo. Feliz aniversário!

Elton Tavares

*Texto republicado, mas de coração.

Compartilhe isso!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*