Feliz aniversário, Pat Andrade!

pat

Outra amiga que troca de idade nesta segunda-feira (11), é a mãe do Artur, artista plástica, escritora, poetisa, discotequeira (Vinil-DJ), colaboradora deste site (na seção “Caleidoscópio da Pat”) e produtora de vídeo e ativista cultural, Patrícia Andrade. Uma talentosa uma velha amiga deste blogueiro.

Patrícia é mais uma paraense que escolheu o Amapá como lar. Ela veio Macapá a passeio e ficou. Eu a conheci logo que aqui chegou, lá nos anos 90. A gente tomou algumas naqueles tempos. Aliás, bons tempos!

Pat foi militante do movimento estudantil em Belém, é humanista, maluca rock’n’roll, leitora voraz, poeta de mão cheia. As pessoas mais próximas a ela sabem: Pat não cala diante de uma injustiça, sempre reivindica seus direitos e defende seus pontos de vista com veemência.

Hoje em dia, ela escreve belos poemas, declama, edita seus livros, reproduzidos em fotocópias e os vende de mão em mão pelos bares e eventos culturais da cidade.

Além disso, como ela mesma diz: “distribuo farpas e lírios em tentativas, por vezes bem-sucedidas, de estampar poesia no cotidiano desta cidade/umbigo/casulo/mundo. Imprimo cinza em paisagens florais, mas nunca desisto de estender o arco-íris no quintal. Vou assim semeando a palavra, colhendo brisa e plantando tempestades”.

Enfim, Pat Andrade é um daqueles espíritos inquietos que vieram ao mundo para questionar, instigar e viver na quebradeira das regras. Por tudo isso e muito mais, totalmente impublicável, rendo homenagens a ela hoje.

Pat, meus parabéns e feliz aniversário!

Elton Tavares

Compartilhe isso!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*