Feliz aniversário, Sal Lima!

Hoje (23) é aniversário do pai do Manoelzinho, do Aguido e de mais dois figuras que ainda não conheço, fã de Rock and Roll, experiente fotógrafo, flamenguista enjoado (como quase todos nós), sacana incorrigível, amigo leal, prestativo e, às vezes sem noção e umm dos irmãos que tenho na vida, Manoel Lima de França, o popular “Sal”. O cara é mais um maranhense (mas ele diz que é de Tocantins) que escolheu o Amapá para viver. E que vida! 
 
Sal é malandro, um cara safo que sacas das paradas, um figura inteirado. Ele é dono de frases engraçadas, comportamento irreverente, uma espécie de Gregory House, do seriado de mesmo nome, dono de colocações viscerais, humor negro e ácido. 
 
Sal vive do jeito que quer e é desprovido de mesmice ou convencionalismo, tudo por uma vida menos ordinária. E sempre está com seu campo de força anti-depressão ligado. Um exemplo é a forma que, quando trabalhávamos juntos (em 2010) abria a porta da redação às 8h da manhã e dizia: “bom dia, caralho!”. Um figura que me liga e diz: “fala porrudo, bora tomar uma?”. Incrível como ele ta sempre feliz, sorridente e de bem com a vida. A não ser que ele esteja de ressaca. 
 
Sobre ele, o mestre Édi Prado disse: “Não se vive sem o sal, que está presente até nas montanhas mais altas do mundo. E este Sal, amigo, fotógrafo, irmão, solidário vem adoçando o sorriso de muitos e sendo uma pessoa agradável para conviver e trabalhar. Quer Deus lhe mantenha sempre sadio para caminhar com harmonia para a prosperidade. Que continue sendo esta pessoa amiga”. Esse é o Sal Lima!
 
Eu e Sal temos muitas coisas em comum: não somos covardes (se preciso, a gente vai pra porrada mesmo), somos pregofóbicos (preconceito contra pregos/babacas), amamos Rock and roll, botecos com cervas véu de noiva e o Flamengo. 
 
Conheci e fiz amizade com muita gente bacana e inteligente no jornalismo. Mas até hoje, nenhum se tornou tão parceiro quanto o Sal. Enfim, mais afinidade impossível. Como não ser amigo de um sacana assim? E outra, Sal já provou ser um amigo não só para alegrias e sim também para perrengues. 
 
Resumo da ópera (ópera rock, que fique claro), Sal mora no coração deste gordo. Portanto, querido comparsa, meus parabéns e feliz aniversário!
 
Elton Tavares
Compartilhe isso!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*