Feliz aniversário, tia Maria!

                                        Por Elton Tavares

                                        Eu e tia Maria – Janeiro de 2011 

Hoje é aniversário de Maria Conceição Penha Tavares, a minha amada tia Maria. Ex bancária, agora atua como uma das contadoras da Cunha & Tavares Consultoria. E, diga-se de passagem, com muita seriedade, profissionalismo e competência. É, já são mais de 50 carnavais, apesar de não parecer, iluminando nossas vidas.

Tia Maria é uma pessoa fantástica, foi determinante na minha concepção de família, pois ela é uma irmã dedicada, filha exemplar e tia amorosa.

A Penha, como é chamada por alguns amigos, foi a irmã predileta do meu saudoso pai. Eu tenho muito orgulho de ser o seu sobrinho mais velho. Tudo bem que dei um pouco de trabalho, mas ela sempre me deu força para enfrentar a vida e seguir adiante.

Por sinal, “seguir adiante” é uma coisa que ela sabe fazer com maestria. Além de vencer várias adversidades de sua vida, mas a maior vitória foi em 2010. A tia se curou de um câncer no ano passado. Doença que ela enfrentou de cabeça erguida, sempre com o apoio de nossa família, principalmente da minha avó Perolina.

Se já festejamos os aniversários das pessoas que amamos pelo simples fato delas rodarem o calendário, imagine o de uma pessoa tão querida? Que fez e faz tanto pela família Penha Tavares.

Lembro quando eu e tia rodávamos Macapá em sua Brasília Amarela, cantando a música “Amigo é Para Essas Coisas”, da banda MPB4: “Salve! Como é que vai? Amigo, há quanto tempo! Um ano ou mais…” Nostálgico!

Com ela aprendi sobre o Chico, Gil, Caetano, Gal, Tom e outros velhos amigos. Durante meus 34 anos, foram milhares de conversas, broncas, conselhos e cervejas, isso tudo ao som de Samba ou MPB. É Tia, nossa relação sempre foi paidégua!

Não me estenderei muito, pois eu poderia escrever 10 páginas sobre as virtudes de Maria Penha (e talvez meia lauda sobre seus defeitos) e tudo que ela representa para mim. Limito-me à dizer: meus parabéns, feliz aniversário! Eu amo você, tia Maria.                                                                   
                                 Eu, meu irmão Emerson e tia Maria – 2006

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.