Feliz aniversário, Yan (por @MarileiaMaciel)

Por Mariléia Maciel


Da organização universal e regência dos astros, foi definido que eu teria a missão de gerar dois garotos, Yan e Pedro Caio. Assim como seu signo, Áries, o primeiro do zodíaco, Yan veio na dianteira e trouxe a energia dos inícios, o que faz dele um ser de iniciativa e decisões, tanto que muitas opiniões peço hoje pra esse rapaz dinâmico em que se transformou aquele garotinho de cabelo loiro, que sempre amou música, e entre seus brinquedos preferidos, uma guitarra barulhenta e uma bateria improvisada com panelas. 

Às vezes me pego admirada com sua imponência na política, mas aí me lembro que uma de suas brincadeiras preferidas em ano eleitoral, era colecionar santinhos de candidatos como se fosse figurinhas de álbum. Vê-lo defendendo seus ideais e brigando por causas justas mostra que os livros e todas as possibilidades dadas pra que ele aprendesse foram bem utilizados, e junto com esse espírito de guerra que tem, faz dele esse jovem promissor e de luta, mas que em casa é uma criança que brinca com os primos e enche o saco do irmão.

E assim, da conspiração universal (que ele não acredita) e de uma educação primorosa (que ele obedeceu), do aprendizado, das leituras (que ele adora) e conselhos (que ele não gosta de escutar), hoje dedico o parabéns para esse filho querido. Agradeço a Deus todos os dias na beira do Amazonas por ter dois garotos lindos e competentes no que fazem, e à minha família, que nos momentos de desespero emocional, nunca negaram apoio, conselhos e ajuda para que hoje a gente possa dar parabéns com orgulho pro Yan, que muitas vezes me adormeceu com sua viola tocando Bachianinha, e quando é preciso, cuida da vó Maria com carinho.

Não combinamos em tudo, mas nos damos muito bem. Amamos o carnaval, mas ele é Piratão e eu Boêmios. Gostamos de futebol, ele torce pro Vasco e eu sou Flamengo. Adoramos música, principalmente samba, e dividimos a admiração por Cartola. Na política nem sempre estamos do mesmo lado, mas o respeito prevalece e acabamos torcendo pela vitória do outro. 

Obrigada meu filho, pelo orgulho que me dá e satisfação de tê-lo tão perto de mim. E toda felicidade do mundo pra você, e que seu caminho seja de muita luz e amor.
Meu comentário: Sou testemunha que a querida amiga Mariléia Maciel é uma mãe dedicada e amorosa. Yan, assim com Caio (só não escrevi um texto de parabéns para o Pedro Caio por conta do trabalho, mas gosto muito do sacana) é realmente um cara gente fina e um homem empenhado em melhorar o mundo. Parabéns, Yan. Felicidades para Léia e seus “moleques”. 
Compartilhe isso!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*